Atual campeão, River para na trave e no goleiro e está fora da Libertadores

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / JUAN MABROMATA

O River Plate não conseguiu reverter a boa vantagem construída pelo Independiente Del Valle (EQU) na primeira partida e foi eliminado da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira (4), jogando dentro de casa, o time argentino parou na trave e na ótima atuação do goleiro Azcona e foi eliminado. O único gol do jogo saiu dos pés de Alario. A vitória por 1 a 0, no entanto, não foi suficiente para o River.

Na primeira partida, realizada no Equador, o Independiente Del Valle venceu por 2 a 0. Dessa maneira, o time argentino precisava vencer por três gols de diferença para se classificar – um novo 2 a 0, dessa vez para o River, levaria a partida para as penalidades.

E a classificação equatoriana veio de maneira muito sofrida. Dominando o jogo desde o início, o River Plate acertou o travessão em duas oportunidades, ambas no segundo tempo, primeiro com Alário e depois com D'Alessandro.

Quando o travessão não ajudava, Azcona fazia o trabalho. Durante a partida, o goleiro fez diversas defesas importantes. Na principal delas, aos 25 minutos do segundo tempo, o goleiro precisou se esticar todo para evitar o gol na cabeçada de Alonso.

Partindo para o tudo ou nada, o River finalmente balançou as redes aos 33 minutos, com Alario. O atacante aproveitou rebote de Azcona e mandou para o fundo do gol equatoriano. A pressão depois do gol, porém, não foi capaz de furar o paredão Azcona.

Rival nas quartas de final, o Pumas se classificou depois de eliminar o Deportivo Táchira-VEN nas oitavas de final. Após ser derrotado na primeira partida por 1 a 0, os mexicanos venceram por 2 a 0 no segundo duelo e avançaram.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos