Huracán se revolta com arbitragem e ataca pelo Twitter: "um roubo"

Do UOL, em São Paulo

  • Raul Arboleda/AFP

    Jogadores do Huracán partem para cima da arbitragem após duelo com Atlético Nacional

    Jogadores do Huracán partem para cima da arbitragem após duelo com Atlético Nacional

O Huracán não encarou a eliminação para o Atlético Nacional de forma amistosa na última terça-feira. Logo após perder por 4 a 2 para o melhor time da fase de grupo da Copa Libertadores, o clube manifestou pelas redes sociais sua revolta com a atuação do árbitro venezuelano José Argote.

"Um roubo", disse em uma hashtag o perfil oficial do Huracán, que alegou ter ficado fora da Libertadores "graças a uma péssima atuação do árbitro venezuelano que favoreceu o time local".

O vice-presidente do clube, Luis Antonio Sasso, também despejou críticas ao árbitro, o chamando de ladrão pelo Twitter. No Facebook, uma longa postagem relatando o jogo começava com uma ironia: "mãos para cima".

Depois de um 0 a 0 na Argentina, o Huracán se animou com a possível vaga ao ir para o intervalo com o placar de 1 a 1, o que lhe garantiria a vaga nas quartas de final graças ao gol marcado fora de casa.

Porém, logo aos 7min do segundo tempo o árbitro expulsou Mancinelli ao ver uma cotovelada em um desentendimento com os colombianos. Com um a mais em campo, o Atlético Nacional tomou o controle da partida e construiu o placar. O Huracán reclama também do pênalti que originou o primeiro gol rival e da postura do árbitro ao enfrentar os jogadores.

"(Esperamos que a Conmebol e seus dirigentes) punam e suspendam José Argote não só por uma deplorável, desagradável, patética e cúmplice atuação da arbitragem no dia de hoje como também pela falta de profissionalismo que demonstrou provocando os jogadores visitantes durante todo o encontro", disse o clube no Facebook.  

A revolta já pôde ser vista no apito final, com os jogadores argentinos partindo para cima do árbitro e trocando ofensas com os jogadores do Atlético Nacional. Nos vestiários, a confusão continuou, com Mancinelli inconformado com a sua expulsão.

Melhor time da primeira fase, o Atlético Nacional enfrenta nas quartas o vencedor do duelo entre Grêmio e Rosario Central. Depois de uma vitória por 1 a 0 em Porto Alegre, o time argentino precisa de apenas um empate para se classificar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos