Jogadores do Atlético-MG descartam cansaço na partida contra o São Paulo

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Júnior Urso garante que cansaço não vai atrapalhar o Atlético-MG contra o São Paulo

    Júnior Urso garante que cansaço não vai atrapalhar o Atlético-MG contra o São Paulo

Enquanto o Atlético-MG estava em campo, tentando vencer o América-MG para conquistar o Campeonato Mineiro, o São Paulo apenas descansava e treinava, visando o duelo desta quarta-feira, no Morumbi, pelas quartas de final da Copa Libertadores. O desgaste maior dos atletas alvinegros pode ser um trunfo da equipe paulista, já que o Atlético vem numa sequência de cinco partidas em cerca de 20 dias.

Mas longe de ser algum problema para os jogadores do próprio Atlético. Como o São Paulo sequer chegou à semifinal do Estadual, a equipe mineira fez quatro jogos a mais nas últimas semanas do que o próximo adversário da Libertadores. Algo agravado pelo segundo tempo da final em Minas Gerais, quando o Atlético jogou por 38 minutos com um atleta a menos.

O atacante Clayton entrou nos últimos minutos do primeiro tempo e ficou em campo até o final da partida. Com Luan e Dátolo já vetados e Carlos como dúvida, o camisa 23 surge como a primeira opção de Diego Aguirre para o jogo no Morumbi. E nada de cansaço. Clayton garante que todos os jogadores estão muito bem preparados para esta sequência de importantes compromissos.

"Jogador é preparado para isso, para jogo na quarta e domingo. Tem que estar preparado. A parte física fizemos no início do ano, para ter ritmo e conseguir acompanhar esses jogos aí. Temos também um grupo de muita qualidade e quem entrar vai dar o melhor para o Atlético sair como resultado positivo", comentou o atacante.

O volante Júnior Urso também descarta cansaço dentro de campo, mas admite que a maratona de jogos tem pesado neste momento. No entanto, por se tratar de um grande duelo, Urso não acredita que algum jogador do Atlético terá problema com cansaço diante do São Paulo.

"Cansaço existe, mas quando se veste a camisa a gente incorpora um espirito de guerreiro e o cansaço fica de lado. Então é mais coração mesmo, o que mais precisa nesse momento, para colocar o Galo lá em cima, onde ele merece estar".

Apesar de o Atlético ter atuado mais vezes nas últimas semanas, a partida desta quarta-feira vai ser a de número 27 das duas equipes em 2016, considerando apenas compromissos por competições. O São Paulo disputou 16 partidas no Campeonato Paulista, além de mais dez na Libertadores, já que disputou a primeira fase do torneio, além da fase de grupos e as oitavas de final. Já o Atlético soma 26 jogos com os 15 do Campeonato Mineiro, oito da Copa Libertadores e mais três da Primeira Liga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos