Michel Bastos melhora e surpreende, mas Bauza já aponta substituto

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Ernesto Rodrigues/Folhapress

Departamento médico e comissão técnica do São Paulo tiveram grata surpresa no domingo (08): depois de ter constatado uma contratura no músculo posterior da coxa direita, Michel Bastos mostrou rápido início de recuperação e já correu no campo do CT da Barra Funda. A evolução animou o departamento de futebol do clube, que agora vê com otimismo a chance do meio-campista jogar contra o Atlético-MG, na quarta-feira (11), pela Copa Libertadores. 

No último sábado a impressão havia sido negativa. Quem trabalhou com Michel Bastos no CT um dia depois do exame que apontou a contratura viu com pessimismo as chances de recuperação do atleta até quarta-feira. Tudo mudou com a evolução apresentada no domingo. "Felizmente não senti nenhum incômodo", disse o meia, ao site do clube, depois do treino. 
 
Apesar da melhora de Michel Bastos, o técnico Edgardo Bauza já aproveitou o treino da manhã de domingo para fazer ajustes táticos e testar o possível substituto: o lateral Carlinhos foi o escolhido. Assim, o São Paulo treinou com Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Kelvin, Ganso e Carlinhos; Calleri. 
 
A escolha por Carlinhos como meia esquerda reflete alternativa criada por Juan Carlos Osorio, hoje treinador do México, durante passagem pelo Morumbi em 2015. Foi o colombiano o primeiro a tirar Carlinhos da lateral e improvisá-lo como ponta, no setor ofensivo do meio de campo - naquela temporada, o atleta acabou tendo as melhores atuações longe de sua posição de origem. 
 
Com a alternativa do treino de domingo Bauza já demonstra que há grande probabilidade de Carlinhos jogar caso Michel Bastos não se recupere. O meia se lesionou na derrota por 3 a 1 contra o Toluca, no México, depois de marcar o gol solitário do São Paulo. 
 
Michel Bastos teve reviravolta positiva em sua situação no São Paulo e agora é um dos protagonistas do time. Depois de terminar 2015 sofrendo algumas críticas, ficou perto de deixar o clube em março depois do ato de rebeldia de parte do elenco tricolor, que se recusou a dar entrevistas antes, durante e depois do jogo contra o The Strongest, no Pacaembu, por causa do atraso de pagamentos referentes a direito de imagem. No jogo seguinte Michel acabou nem relacionado, e depois o departamento de futebol decidiu que o melhor caminho seria tentar recuperá-lo, e não vendê-lo. 
 
Michel tem quatro gols em 2016, sendo que dois deles foram marcados um em cada partida contra o Toluca - foi ele quem abriu o placar para a goleada de 4 a 0 no Morumbi. O meia participou de 19 partidas na temporada, e em 16 delas foi titular. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos