Bauza ignora pênaltis, mas jogadores treinam cobranças em última atividade

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Thiago Fernandes/UOL Esporte

    Jogadores aproveitaram final do treinamento para aprimorar as cobranças de pênalti

    Jogadores aproveitaram final do treinamento para aprimorar as cobranças de pênalti

O São Paulo finalizou sua preparação para o duelo contra o Atlético-MG, nesta noite de quarta-feira, pelas quartas de final da Copa Libertadores. No palco da decisão, os jogadores aproveitaram o final da atividade para aprimorar as batidas de pênalti, mesmo que sem a orientação do técnico Bauza. Se o Galo vencer por 1 a 0, o futuro das equipes será decidido nas cobranças.

"Eu nunca treino pênaltis. É muito diferente treinar agora e depois bater com 40 mil pessoas no estádio. No momento, se precisar, escolho os cinco que estiverem mais bem preparados", comentou Patón.

A imprensa só teve acesso ao treinamento do Tricolor por volta das 20h15. No Independência desde às 18h30, Bauza permitiu que os profissionais acompanhassem apenas os últimos minutos da atividade de seus atletas.

O zagueiro Maicon e o meia Michel Bastos realizaram tratamentos com bolsas de gelo. Como os dois se recuperaram recentemente de lesões musculares, o procedimento foi considerado apenas uma prevenção dos médicos do clube, que não alegaram riscos de perderam a partida.

Com a vitória por 1 a 0 no Morumbi, o São Paulo joga até por um empate dentro do Horto. Se balançar as redes pelo menos uma vez, o clube ainda pode perder por até um gol de diferença que ficará com a classificação. Derrota por dois ou mais gols de diferença, dá Galo nas quartas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos