Decisão na Libertadores vai definir esforço do SP para ficar com zagueiro

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Robson Ventura/Folhapress

Atlético-MG e São Paulo decidem nesta quarta-feira, às 21h45, no Independência, qual será o único clube brasileiro classificado à semifinal da Copa Libertadores. O clube paulista chega a Belo Horizonte com a vantagem da vitória no Morumbi. Além do objetivo óbvio da classificação, a partida será importante para definir como o São Paulo irá conduzir a negociação com o Porto, de Portugal, pela contratação do zagueiro Maicon.

Maicon, 27 anos, está emprestado pelo Porto e tem contrato com o São Paulo apenas até 30 de junho. A Libertadores promove a disputa das quartas de final agora, será paralisada pela Copa América até o fim de junho, e só no início de julho inicia a disputa da semifinal. Para jogar uma eventual semifinal, Maicon tem de renovar o empréstimo ou ser adquirido de forma definitiva.

Por isso, segundo apurou o UOL Esporte, a decisão desta quarta-feira em Belo Horizonte terá forte influência na permanência ou não de Maicon no São Paulo. Hoje tido como protagonista pela diretoria no elenco, tanto pela qualidade no campo como pela liderança no vestiário, Maicon é visto como essencial para a Libertadores. Caso o São Paulo avance à semifinal, o São Paulo intensificará os esforços para contratá-lo. Se for eliminado, no entanto, o cenário muda.

A negociação entre São Paulo e Porto vem se arrastando e, segundo relatado por dirigentes, não teve atualizações nas últimas semanas. O São Paulo oferece o zagueiro Lucão e o lateral esquerdo Inácio aos portugueses pela cessão definitiva de Maicon. O Porto aceita Inácio no negócio, mas quer Lyanco em vez de Lucão – até aqui o São Paulo não aceitou a contraproposta e vê com maus olhos a hipótese de incluir Lyanco, tido como joia pela diretoria, na negociação.

Em poucos meses, Maicon conquistou a torcida do São Paulo e já flerta com o papel de ídolo da torcida – é um dos mais celebrados no Morumbi e virou símbolo de raça e devoção ao clube ao decidir a classificação às oitavas de final jogando como goleiro, nos minutos finais da partida contra o The Strongest, na Bolívia.

Jonathan Calleri: permanência garantida até a final

Eduardo Knapp/Folhapress

A situação de Maicon é diferente da do argentino Jonathan Calleri, atual artilheiro da Libertadores, com oito gols. O atacante também tem contrato de empréstimo até 30 de junho, mas firmou o acordo com cláusula que prevê renovação automática até 31 de julho caso o São Paulo passe das quartas de final do torneio.

Assim, a permanência de Calleri está assegurada até a final caso o São Paulo vença o Atlético-MG. Além disso, o argentino tem afirmado que fará esforço para jogar o Mundial caso o clube se sagre tetracampeão da Libertadores em 2016

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos