Maicon pede mesma postura sem Ganso e diz que SP não precisa de reforços

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Marcelo Ferraz/UOL Esporte

O São Paulo não terá Paulo Henrique Ganso, lesionado, para o jogo de quarta-feira pela semifinal da Copa Libertadores, contra o Atlético Nacional, da Colômbia, no Morumbi. Terá, no entanto, o reforço do zagueiro Maicon em seu primeiro jogo com o novo contrato, definitivo com o clube, que custou R$ 22 milhões. Para Maicon, o time tem de manter a postura, e não mudar, mesmo jogando sem o camisa 10.

"A gente tem que manter o mesmo nível. Independente de quem joga a nossa postura tem que ser a mesma. Já tivemos jogadores que não jogaram por lesões. A base do time tem que ser a mesma, entrar com a mesma dinâmica e concentração", falou o zagueiro.

Além de Ganso, o São Paulo não poderá contar com Kelvin, igualmente lesionado. O lateral Eugenio Mena e o volante Hudson treinaram nesta segunda-feira e deverão estar à disposição do técnico Edgardo Bauza. A vaga de Ganso deverá ser ocupada por Ytalo, enquanto João Schmidt e Carlinhos disputam o lugar de Kelvin.

Reforço do São Paulo para o segundo semestre, Maicon afirma que a ausência de outras contratações para a semifinal da Libertadores indica que o grupo não precisava de mais atletas.

"Acredito que se não teve reforços foi porque a comissão técnica junto com a diretoria viu que não havia necessidade. A equipe tem jogado bem, tivemos um jogo pior na primeira fase, mas o time vem crescendo e acho que não precisaria de alguma mudança. Fico feliz por ter renovado, era sempre meu desejo", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos