Confusão entre torcedores do SP e policiais deixa feridos após derrota

Guilherme Palenzuela e Luiza Oliveira

Do UOL, em São Paulo

Torcedores do São Paulo entraram em confronto com policiais militares depois da derrota por 2 a 0 para o Atlético Nacional-COL. A briga ocorreu perto do portão 5 do Morumbi e começou durante a saída dos espectadores do estádio, antes mesmo do apito final. Torcedores e policiais ficaram feridos.

Para dispersar os torcedores são-paulinos, a PM usou bombas de efeito moral. O grupo, por sua vez, arremessou garrafas, pedras e rojões em direção aos policiais. Carros próximos à Praça Roberto Gomes Pedrosa, em frente ao portão principal, foram danificados.

Marcos Bezerra/Futura Press/estadão Conteúdo

"Torcedores organizados da Independente começaram a atacar os ambulantes e roubar torcedores comuns. Foi na parte de fora do estádio. Torcedores que não haviam entrado", disse o Tenente-coronel Gonzaga depois da confusão. Segundo ele, 12 policiais ficaram feridos e nove torcedores foram detidos, sendo encaminhados para um distrito policial.

Luiza Oliveira/UOL
Torcedores do São Paulo foram detidos em briga e levados para delegacia

Com a briga generalizada, muitos torcedores ficaram na parte interna do estádio, à espera da situação ser normalizada. Depois de 30 minutos, os ânimos começaram a se acalmar. Só então o Morumbi começou a ficar vazio.

O ambulatório do estádio recebeu cinco torcedores depois do incidente. Dois pacientes foram atingidos por balas de borracha. Três passaram mal e tiveram pressão baixa por causa da multidão. Um deles teve de passar por sutura depois de pisar em um caco de vidro.

As informações são do médico Pedro Batista, responsável pelo serviço de emergência do estádio. Os últimos torcedores começaram a ser liberados à 0h30. Nove pessoas, na sequência, foram detidas e entraram algemadas na base da polícia no estádio.

 

"Pelo que vocês puderam presenciar, o resultado foi bem tranquilo. Foram três pacientes que chegaram, dois feridos por bala de borracha, trazidos pela polícia. O terceiro por um corte causado por caco de vidro. Todos liberados", disse o médico.

O São Paulo terá de reverter o placar depois do revés no Morumbi. A segunda partida da semifinal da Libertadores será disputada na próxima quarta-feira, em Medellín. O time de Edgardo Bauza precisa vencer por dois gols de diferença - se o jogo terminar 2 a 0, a decisão será nos pênaltis.

Luiza Oliveira/UOL
Policial militar ferida é atendida após briga de torcida no estádio do Morumbi

Luiza Oliveira/UOL Esporte

Luiza Oliveira/UOL Esporte

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos