Jornal argentino reclama de vaga extra na Libertadores para o Brasil

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Natacha Pisarenko

    Lanús é um dos times argentinos já garantidos na Libertadores 2017

    Lanús é um dos times argentinos já garantidos na Libertadores 2017

A decisão da Conmebol de dar mais duas vagas na Libertadores para o Brasil e apenas uma para a Argentina, em meio à expansão do torneio que valerá já a partir do ano que vem, tem causado polêmica no país vizinho. Um artigo do jornal Olé nesta segunda-feira (3) atacou a federação sul-americana pelo favorecimento aos brasileiros.

"Por quê? Quando se viu que o Brasil passou a ter o dobro da importância continental da Argentina? Ou por acaso os campeões de 2014 [San Lorenzo] e 2015 [River Plate] não foram nossos? Não se entende por que deram ao Brasil dois lugares a mais para a Libertadores, e para a Argentina, só um", diz o texto.

A Argentina, que passou de cinco para seis vagas na Libertadores, ainda não sabe como fará para definir seu sexto classificado. Atualmente, estão na Libertadores 2017 o Lanús, o San Lorenzo, o Estudiantes e o Godoy Cruz, que se classificaram via Campeonato Argentino. A quinta vaga ficará com o campeão da Copa Argentina (ou com o melhor time ainda não classificado).

Já no Brasil, o G-4 do Campeonato Brasileiro virou G-6. Além dos seis primeiros colocados da competição de pontos corridos, o campeão da Copa do Brasil também se classificará. Se o vencedor da Copa do Brasil também ficar entre os seis melhores do Brasileirão, o G-6 vira G-7.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos