Barrado, Gatito pega três pênaltis, elimina Olímpia e classifica Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Jorge Adorno/Reuters

O Botafogo está na fase de grupos da Libertadores. Os cariocas foram derrotados por 1 a 0 pelo Olímpia no tempo regulamentar e viu a vaga ser decidia nas cobranças de pênalti. Ortiz e Mendonza perderam as duas primeiras cobranças dos paraguaios. Camilo e Rodrigo Pimpão, por outro lado, fizeram. Ferreira fez, assim como Victor Luis. Benítes perdeu a terceira cobrança e colocou o Glorioso na próxima fase.

Agora, o Botafogo faz parte do grupo 1 da competição, ao lado do atual campeão Atlético Nacional-COL, Barcelona de Guayaquil-EQU e Estudiantes-ARG. A primeira rodada será no dia 14 de março, contra os argentinos no Engenhão.

Helton Leite confirma vaga de titular e deixa Gatito no banco. Até se machucar

Contratado para substituir Sidão, Gatito Fernandes não vive bom momento. Prova disso é que ele acabou barrado do time principal por Helton Leite, bastante contestado em temporadas anteriores no Botafogo. O novo titular mostrou segurança e causou boa impressão. O problema é que Jefferson está cada vez mais próximo do retorno aos gramados. Aos 15min do segundo tempo, Helton se machucou e pediu substituição.

Botafogo arma time defensivo e segura Olímpia no 1º tempo

O técnico Jair Ventura armou um time defensivo para segurar o Olímpia. No primeiro tempo, a tática do alvinegro deu certo, já que o adversário levou perigo em apenas uma oportunidade, em chute de fora da área defendido por Helton Leite. O problema é que os cariocas também não chegaram no ataque.

Com 30 anos, Carli faz primeiro jogo na Libertadores

Xerife do Botafogo, Joel Carli viveu uma experiência nova nesta quarta-feira. Apesar dos 30 anos, o argentino jogou contra o Olímpia sua primeira partida pela Copa Libertadores. O duelo foi também o primeiro do zagueiro em 2017 no time titular. Ele esteve fora por conta de lesão muscular.

Bola ou batata quente? Botafogo recua demais, e Olímpia faz pressão

O segundo tempo foi bem diferente do primeiro, quando mesmo defensivo o Botafogo mantinha a posse de bola. Na etapa complementar, o time de Jair Ventura recuou demais e aceitou pressão do Olímpia, que passou a abusar dos cruzamentos na área. Aos 34min, os paraguaios, enfim, conseguiram o gol.

OLIMPIA-PAR 1 (1) x (3) 0 BOTAFOGO

Data e hora: 22/02/2017, quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília)
Local: Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Árbitro: Julio Bascuñán (CHI)
Auxiliares: Christian Schiemann e Marcelo Barraza (CHI)
Gols: Montenegro, aos 34min do segundo tempo;
Cartões amarelo: Marcelo, Joel Carli (BOT) Alexis Fernandes (OLI)

Olímpia-PAR
Daniel Azcona; Rodi Ferreira, José Cañete (Bogado), Hernán Pellerano e Fernando Giménez; Alexis Fernandéz (Roque Santa Cruz), Cristian Riveros, Richard Ortiz e Julián Benítez; Pablo Mouche e Brian Montenegro
Técnico: Pablo Repetto.

Botafogo
Helton Leite (Gatito Fernandez); Marcelo, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luiz; Airton, Bruno Silva, João Paulo e Matheus Fernandes (Gilson); Camilo e Rodrigo Pimpão
Técnico: Jair Ventura

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos