R. Oliveira analisa 'novo rival' do Santos na Libertadores: "complicado"

Do UOL, em Santos (SP)

  • Ivan Storti/ Santos FC

    Pelo Santos, Ricardo Oliveira foi o artilheiro da Libertadores 2003, com 9 gols

    Pelo Santos, Ricardo Oliveira foi o artilheiro da Libertadores 2003, com 9 gols

O Santos conheceu na última quinta-feira (23) o último integrante do grupo (2) do qual faz parte na Copa Libertadores. Trata-se do The Strongest, da Bolívia, que garantiu vaga após golear o Unión Española por 5 a 0, em casa – havia empatado o duelo de ida por 1 a 1. O time boliviano se junta a Independiente Santa Fe, da Colômbia, e Sporting Cristal, do Peru.

Em longa entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira (24), no CT Rei Pelé, Ricardo Oliveira falou sobre o 'novo adversário' do Santos na competição continental e alertou para o agravante da altitude – time joga em La Paz, a 3.600 mil metros acima do nível do mar.

"É um time que, além de ter um conjunto forte, conta com esse fator [altitude]. Eles vão tem que descer também. Sabemos da dificuldade, já joguei lá e é complicado. Futebol é assim, você tem que se adaptar com as dificuldades que vêm de encontro a você", analisou o camisa 9.

O Santos faz a sua estreia na Copa Libertadores no dia 9 de março, quando visita o Sporting Cristal no estádio Alberto Gallardo, em Lima (PER). Antes disso, o time de Dorival Júnior ainda faz dois jogos pelo Campeonato Paulista: um neste sábado (25), contra o Botafogo-SP, na Vila Belmiro, e outro contra o Corinthians, dia 4 de março, em Itaquera.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos