Atlético-PR vacila, leva dois gols no fim e cede empate à U. Católica

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Rodolfo Buhrer

    Universidad Católica frusta o Atlético-PR na Arena da Baixada

    Universidad Católica frusta o Atlético-PR na Arena da Baixada

O Atlético-PR esteve perto de estrear com o pé direito na fase de grupos da Copa Libertadores, mas sofreu dois gols no fim e apenas empatou por 2 a 2 com a Universidad Católica, do Chile. Nesta terça-feira (7), a equipe comandada por Paulo Autuori vencia até os 40min do segundo tempo, quando os visitantes aproveitaram dois vacilos da defesa rubro-negra e garantiram a igualdade na Arena da Baixada.

Agora, o Atlético-PR volta sua atenção para o Campeonato Paranaense, onde tem utilizado apenas os reservas. A próxima partida, válida pela sétima rodada, é contra o Londrina, domingo (12), às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada. Já pela Libertadores, o clube brasileiro visita o San Lorenzo na quarta-feira da semana que vem (15), às 19h30.

LUCHO GONZÁLEZ BRILHA NO COMEÇO

REUTERS/Rodolfo Buhrer
Lucho e Jonathan comemoram primeiro gol do Atlético-PR

Assim como na última partida antes de entrar na fase de grupos, Lucho González apareceu muito bem para o Atlético-PR. Desta vez, não precisou nem de cinco minutos de jogo para balançar as redes da Arena da Baixada. Aos 4min do primeiro tempo, Jonathan avançou pela direita e cruzou nos pés do meio-campista argentino, que bateu de primeira para vencer o goleiro Toselli.

ATLÉTICO-PR CONTROLA O JOGO

REUTERS/Rodolfo Buhrer
Otávio anulou o meio-campista Buonanotte no 1º tempo

Ao contrário do que normalmente acontece, o Atlético-PR não recuou após abrir o placar. Mesmo com vantagem no placar, a equipe manteve a posse de bola e jogou para cima dos chilenos até metade da etapa inicial. Na segunda parte, deixou os rivais arriscarem mais para apostar no contra-ataque. Apesar de não tomar sustos, também não foi efetivo no ataque, já que desperdiçou boas jogadas com Nikão e Carlos Alberto.

CATÓLICA ASSUSTA E PRESSIONA

Atrás do placar, a Universidad Católica voltou disposta a pressionar a equipe brasileira. E conseguiu. Com três minutos, os chilenos tiveram duas chances de gol. Aos 2min, Fuenzalida obrigou uma boa defesa de Weverton. Um minuto depois, Kalinski completou um cruzamento de primeira – nas costas de Thiago Heleno – mas mandou para fora.

NIKÃO FAZ GOLAÇO

REUTERS/Rodolfo Buhrer
Nikão comemora após golaço anotado na Arena da Baixada

Quando a partida parecia se encaminhar para um sofrimento ao torcedor atleticano, Nikão apareceu. Aos 30min, Matheus Rosseto, que entrou no lugar de Lucho González, acertou um lindo passe de calcanhar para o meia-atacante, que cortou para a perna esquerda e, de fora da área, acertou no ângulo do goleiro.

ATLÉTICO-PR RELAXA E SOFRE EMPATE

REUTERS/Rodolfo Buhrer
Noir vibra com gol marcado no final da partida

A primeira vitória do Atlético-PR na fase de grupos parecia certa, mas não aconteceu. Aos 40min, a equipe chilena acertou uma boa linha de passe, até o cruzamento de Fuenzalida acabar na cabeça de Llanos, que, quase em cima da linha, só empurrou para o gol. Empolgados, os visitantes vieram para cima e, dois minutos depois, empataram. Aos 42min, após cobrança de falta, Noir cabeceou e estufou as redes de Weverton. Na comemoração, o árbitro expulsou Maripán, com o segundo amarelo, após provocar a torcida.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 2 UNIVERSIDAD CATÓLICA-CHI 

Data: 07/03/2017 
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Hora: 21h (de Brasília) 
Árbitro: Ulisses Mereles (PAR)
Cartões amarelos: Thiago Heleno (Atlético-PR); Kalinski, Fuenzalida e Maripán (U. Católica)
Cartão vermelho: Maripán (U. Católica)
Gol: Lucho González, aos 4min do 1º tempo, e Nikão, aos 30min do 2º tempo; Llanos, aos 40min do 2º tempo, e Noir, aos 42mi do 2º tempo.
 
Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidicley; Otávio (Wanderson), Lucho González (Matheus Rossetto), Carlos Alberto (Douglas Coutinho) e Felipe Gedoz; Nikão e Pablo. Técnico: Paulo Autuori.
 
Universidad Católica: Toselli; Juan Espinoza (Llanos), Lanaro, Maripán e Parot; Fuentes (Cordero), Kalinski, Noir e Buonanotte; Fuenzalida e Santiago Silva (Roberto Gutiérrez). Técnico: Mario Salas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos