Felipe Melo exalta rixa com argentinos: "Ninguém ganha da gente na força"

Do UOL, em São Paulo

  • Gustavo Garello/Jam Media via AP

    Felipe Melo (segundo da direita para a esquerda) e companheiros reclamam com o árbitro durante jogo na Argentina

    Felipe Melo (segundo da direita para a esquerda) e companheiros reclamam com o árbitro durante jogo na Argentina

Felipe Melo comemorou bastante o empate por 1 a 1 na estreia do Palmeiras na Libertadores, diante do Atlético Tucumán. Em entrevista ao Sportv após o jogo, o volante citou bastante a rixa com os argentinos e até gritou no microfone para destacar a força do time ao conseguir o resultado com um atleta a menos.

Na hora de celebrar, inclusive, ele lembrou da entrevista de apresentação, quando disse que poderia dar tapa na cara de argentino se preciso.

"Quando eu falei que eu ia dar tapa na cara, é isso daqui. Ninguém vai ganhar da gente na força. E esse empate com sabor de vitória vai para nosso amigo Vitão", disse ele lembrando do zagueiro expulso ainda no primeiro tempo.

"Comemorei muito porque a última vez que joguei aqui na Argentina, a gente bateu de 3 a 1, com Verón e todo mundo e classificamos para a Copa do Mundo. Aqui é Brasil", completou.

Felipe ainda voltou a lembrar de Vitor Hugo e disse que a expulsão do atleta faz parte de uma competição como a Libertadores.

"Ele estava chateado, é um guerreiro. Mas Libertadores é isso aí. Na força ninguém vai ganhar da gente. A grama estava alta, estava difícil jogar futebol. Mas nos superamos com um a menos e vamos comemorar", finalizou.

O Palmeiras joga na próxima quarta-feira, em casa, contra o Jorge Wilstermann, que venceu o Peñarol por 6 a 2 na última terça-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos