'Ponto a ser valorizado', diz Prass; Dudu lamenta chances perdidas

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Gustavo Garello/Jam Media via AP

    Palmeiras atuou a maior parte do confronto com um jogador a menos

    Palmeiras atuou a maior parte do confronto com um jogador a menos

O Palmeiras se dividiu na questão sobre a satisfação em relação ao empate por 1 a 1 contra o Atlético Tucumán, na Argentina, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O goleiro Fernando Prass valorizou o ponto conquistado, enquanto o capitão do Dudu sai da Argentina com a sensação de 'quero mais'.

Em entrevista concedida à Rede Globo na saída do gramado, Prass, que saiu com dores nas costelas em virtude de uma pancada sofrida na parte final do confronto, viu equilíbrio na partida.

"Chances claras de gol, principalmente com o Borja; eles também tiveram umas três. Em termos de posse de bola foi desequilibrado, mas em situação de gol foi igual. Com um a menos desde o primeiro tempo, é um ponto que precisa ser valorizado", disse o goleiro.

Dudu, por outro lado, lamentou as oportunidades perdidas pelo Palmeiras. Mesmo com dez homens durante a maior parte do encontro, o atual campeão brasileiro criou as principais oportunidades. Como Prass dissera, Miguel Borja desperdiçou três ótimas chances.

Por este fator, o camisa 7 deixou o gramado com a sensação de que o Palmeiras deveria sair com os três pontos. "Mesmo a gente com um a menos, tivemos as chances para o Miguel (Borja) fazer os gols. Infelizmente, nós não fizemos", lamentou Dudu,

"Um jogador a menos, difícil. Agora temos que fazer o mando nos dois jogos em casa", acrescentou o capitão, já com a vista direcionada para o duelo contra o Jorge Wilstermann, na próxima quarta-feira, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos