Braz lamenta 'rodízio' na zaga e se preocupa com dupla do The Strongest

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    David Braz ainda não sabe se terá Cleber ou Lucas Veríssimo ao seu lado na zaga

    David Braz ainda não sabe se terá Cleber ou Lucas Veríssimo ao seu lado na zaga

O zagueiro David Braz está preocupado com o desentrosamento da zaga santista. Nesta temporada, o técnico Dorival Júnior já utilizou cinco zagas diferentes por conta de lesões dos atletas. Contra o The Strongest, nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, em jogo válido pela segunda rodada da Copa Libertadores da América, Braz ainda não sabe se terá Cleber, que se recupera de lesão, ou Lucas Veríssimo, ao seu lado.

"Precisamos manter uma defesa, já ter tranquilidade e ter entrosamento ideal. Infelizmente por conta de contusões, não pudemos fazer a mesma dupla de zaga. É difícil para o professor não poder montar a mesma equipe durante a temporada. Espero que se resolva e o torcedor volte a acostumar com a equipe titular", disse.

David Braz também está preocupado com o poderio ofensivo do The Strongest. O defensor santista, inclusive, destacou dois jogadores que podem complicar a partida: Chumacero e Pablo Escobar.  

"Vamos ter uma marcação mais certeira, daremos atenção. São jogadores que chutam muito bem fora da área. Chumacero é perigoso, precisaremos de atenção. A equipe está muito bem montada, vem forte. Vem jogando muito bem. É um jogo difícil, onde teremos que jogar muito para conquistarmos nosso objetivo, que são os três pontos", afirmou Braz.

A dupla que preocupa David Braz já marcou nove gols em cinco jogos na Libertadores. Chumacero marcou seis, enquanto Escobar balançou as redes três vezes.

Braz voltou ao time titular na estreia do Santos na Libertadores, diante do Sporting Cristal, na semana passada, e foi mantido para o duelo contra o São Bernardo no jogo seguinte. Agora, o defensor acredita que terá o verdadeiro teste de fogo na temporada devido a velocidade do time boliviano nos contra-ataques.

"É uma equipe rápida. Acompanhamos o primeiro jogo, muito forte na sua casa. Ainda não vimos imagens fora. Acompanhe na fase da classificatória. É uma equipe muito rápida de contra ataque muito forte. Vamos ter muita dificuldade na partida, mas vamos trabalhar forte para superar as dificuldades contra o The Strongest", disse. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos