De 'falta de porrada' a inexperiência, Chape procura respostas após derrota

Do UOL, em São Paulo

  • Guilherme Hahn/AGIF

    'Libertadores tem que catimbar, tem que brigar, tem que dar porrada', cobrou Rossi

    'Libertadores tem que catimbar, tem que brigar, tem que dar porrada', cobrou Rossi

A Chapecoense saiu na frente do Lanús na noite desta quinta-feira, mas permitiu a virada dos argentinos e sofreu sua primeira derrota na Copa Libertadores da América: 3 a 1. Jogando diante de sua torcida na Arena Condá, a Chape procurava respostas após o tropeço – de malandragem a falta de evolução.

Veja os gols da partida

Autor do gol da Chape, o atacante Rossi cobrou uma postura mais firme nos jogos pela competição continental.

"Infelizmente, tínhamos que ter um pouco mais de tranquilidade quando fizemos o gol. Libertadores tem que catimbar, tem que brigar, tem que dar porrada - no bom sentido", disse, em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV.

"Paciência, vamos buscar – como fomos buscar com o Zulia (2 a 1 fora de casa). O próximo jogo é um jogo difícil contra o Nacional (Uruguai); eles vêm no intuito de vencer, e aqui dentro tem que dar 'nós'", completou. O jogo entre Chape e Nacional em Chapecó acontece em 18 de abril.

"Trocaria meu gol pela vitória", diz Rossi

O discurso do zagueiro Nathan, por sua vez, foi mais sereno. Para o defensor, a derrota em casa "não é questão de malandragem, esperteza", mas ainda de falta de experiência do elenco.

"Acho que a gente tem que, aos poucos, a cada jogo que passar, evoluir mais. Só não pode cair na catimba do adversário. Só não pode cair na malandragem deles, porque no jogo a gente foi bem. No segundo tempo, a gente deu uma caída, mas são erros que não podem acontecer na Libertadores", analisou, também em entrevista ao SporTV, indo além.

"Não tem essa de dar mole. Tem que dar mais. Isso é Libertadores. A gente tem que entrar mais focado. A partir do segundo tempo, a gente entrou, mas aos 15 minutos do segundo tempo, a gente se perdeu um pouco na partida, e é isso que não pode acontecer", acrescentou.

Com o resultado, os quatro times do Grupo 7 da Libertadores – Lanús, Zulia, Nacional e Chapecoense – estão empatados em quatro pontos. Os argentinos lideram, graças à vantagem no saldo de gols (+1), enquanto a Chape é lanterna por conta do mesmo critério (-1).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos