Chapecoense alega "gentileza" a rival para não estrear novo uniforme

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

  • REUTERS/Edison Vara

A Chapecoense havia preparado uma grande festa para sua estreia na Libertadores da América em casa. Na noite dessa quinta-feira, a equipe de Santa Catarina iria estrear sua nova camisa, lançada exclusivamente para a Libertadores. Mas o plano teve de ser adiado, pois o Lanús não trouxe uniformes de cor clara para Chapecó, o que poderia gerar confusão para o trio de arbitragem.

Veja os gols da partida

Através de nota oficial, publicada nesta noite de quinta-feira, o time catarinense afirmou que tomou a iniciativa como um "gesto de gentileza" à equipe argentina, que acabou vencendo o jogo por 3 a 1.

A Chapecoense, porém, tentou valer fazer o regulamento, que cita que os times adversários precisam trocar os uniformes caso os mesmos sejam semelhantes. As negociações duraram a quinta-feira inteira, mas, no final, a Chapecoense acabou cedendo.

Veja abaixo o comunicado da Chapecoense na íntegra
A Chapecoense comunica que, em gesto de gentileza para com o adversário, abriu mão de de estrear sua nova camisa na noite desta quinta-feira, 16, considerando que o Lanús viajou com apenas uma opção de uniforme, cujo as cores características se assemelhavam muito as da Chapecoense.

A Chape fez questão de entrar em campo com sua nova camisa mesmo sem poder utilizá-la e, antes do início da partida, os jogadores fizeram questão de jogar as novas camisas para os torcedores na arquibancada, permanecendo com o uniforme branco utilizado no jogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos