Por Horto ampliado na Libertadores, Atlético-MG precisa de quatro laudos

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Administradora planeja mudanças para Independência receber mais de 30 mil torcedores

    Administradora planeja mudanças para Independência receber mais de 30 mil torcedores

No dia 13 deste mês o Atlético-MG recebe o Sport Boys, da Bolívia, pela Copa Libertadores. Na estreia em casa pela competição continental, já confirmada para o Independência, o torcedor pode ter uma grande novidade. Não na formação da equipe, mas na capacidade ampliada do estádio. No sábado o foco do clube alvinegro era no clássico com o Cruzeiro, mas uma equipe já iniciava a montagem da arquibancada provisória no Horto.

Cerca de novos cinco mil lugares vão ser criados no Independência, com a instalação da arquibancada móvel, com a mesma tecnologia usada em alguns estádios da Copa do Mundo de 2014. Mas não basta apenas terminar a montagem do novo setor, é preciso seguir alguns passos para que o local possa ser ocupado por torcedores.

Responsável pela administração do Horto, a LuArenas (antiga BWA Arenas) precisa conseguir quatro laudos ainda nesta semana para que o Atlético seja autorizado a vender ingressos para o setor. Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, vigilância sanitária e CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).

A vistoria dos órgãos só pode acontecer a partir de o momento que toda a nova arquibancada esteja instalada. Com previsão de cinco dias entre o início e conclusão dos trabalhos, a expectativa é que até pela quinta-feira de manhã o local esteja preparado para ser vistoriado. A partir de então, vai começar uma corrida contra o tempo, para que todo protocolo seja cumprido.

A ampliação do Independência é um desejo da administradora do estádio, que deseja evitar o máximo possível as idas do Atlético no Mineirão. Em 2016, por exemplo, o clube alvinegro foi mandante em dez partidas no Gigante da Pampulha, um recorde desde a reforma do estádio para a Copa do Mundo, concluída em fevereiro de 2013.

"A gente precisa tornar o estádio mais lucrativo. Hoje, cabem 23 mil pessoas no estádio. Por que não ampliar esta capacidade para 30 mil? Seria muito melhor para nós que houvesse a ampliação", explicou Bruno Balssimeli, presidente da concessionária, em entrevista ao UOL Esporte.

Atualmente, a capacidade do Independência é de 23.018 lugares. Além da instalação do novo módulo de arquibancada, a LuArenas também pretende retirar algumas cadeiras do setor minas, dobrando a capacidade do setor de 3 mil para 6 mil lugares, como revelou Balssimeli em entrevista ao portal Superesportes. Com isso, a capacidade do Horto subiria de 23 mil para 30 mil lugares.

Em uso desde abril de 2012, após a reconstrução que durou cerca de dois anos, o Independência já recebeu mais de 200 partidas de futebol desde então e os dois maiores públicos são do Atlético. O recorde aconteceu na final do Campeonato Mineiro, no jogo de ida, com o Cruzeiro. O empate sem gols teve público pagante de 22.342 torcedores.

No Brasileirão de 2013, na última rodada, o Atlético empatou em 2 a 2 com o Vitória, com dois gols de Ronaldinho. Foi o último jogo da equipe antes do embarque para o Marrocos, para a disputa do Mundial de clubes. Naquela tarde de domingo o público pagante foi de 22.315 pessoas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos