Construtora dá aval, e Palmeiras testa gramado novo que custou R$ 300 mil

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram

O Palmeiras treinará nesta terça-feira (11), véspera do jogo contra o Peñarol, no Allianz Parque. Será o primeiro teste que o time fará no novo gramado que terminou de ser plantado nesta segunda-feira. O trabalho, a exemplo do que aconteceu nesta segunda, será fechado para a imprensa.

O piso havia sido retirado para evitar danos que viriam dos shows de Justin Bieber e Elton John no decorrer da semana passada. A técnica foi importada da Europa e custou à WTorre R$ 300 mil, especialmente por causa da logística.

Por causa disso, a construtora precisou dar um aval para que o treino alviverde acontecesse no palco do jogo. Técnicos especialistas no gramado fizeram uma última inspeção nesta segunda para saber se a grama já estava pronta.

A previsão é que o Peñarol também treine no estádio na terça. Por isso, havia o receio de que o gramado pudesse ficar danificado para o duelo, na quarta-feira. 

Embora o Palmeiras já tivesse anunciado o treino fechado nesta manhã, a construtora fez reuniões e promoveu a inspeção até o fim desta tarde. Só aí o "ok" foi dado. 

Com a técnica que custou R$ 300 mil, a WTorre espera acabar com o problema que o campo sempre apresenta após os shows. A construtora diz já ter gramado plantado no interior de São Paulo para que a troca seja realizada em mais quatro ocasiões.

Ainda assim, mesmo com todo o investimento, o Palmeiras não poderá jogar a final do Paulista em casa caso avance como o primeiro colocado no geral. Um show será realizado com diferença de um dia. 

 

A post shared by Allianz Parque (@allianzparque) on

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos