Popstar no Instagram, Felipe Melo já tem bordão e até cão com mesmo apelido

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • JALES VALQUER/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Felipe Melo imita pitbull ao comemorar gol do Palmeiras sobre o Mirassol

    Felipe Melo imita pitbull ao comemorar gol do Palmeiras sobre o Mirassol

Ousado! O adjetivo que virou bordão e apelido de Felipe Melo tem sido palavra cada vez mais repetida no dicionário do torcedor do Palmeiras. Desde que desembarcou no Brasil, o volante tem revelado um lado que poucos antes conheciam: o de um pop-star das redes sociais. Ele tem mais de 1,3 milhão de seguidores e interage até falando turco e italiano com torcedores do Galatassaray e da Inter de Milão.

É possível, inclusive, que você tenha lido a palavra com a mesma entonação usada pelo atleta nos vídeos que posta durante o dia. Não se preocupe, você é mais um da turma. O atleta está confirmado para o jogo desta quarta-feira, contra o Peñarol, com o Allianz Parque, às 21h45, tomado pelos palmeirenses. Certamente, ele será centro das atenções depois de ter se envolvido em polêmicas sobre o assunto Libertadores.

Adidas também escolheu Felipe Melo para promover nova camisa

Para se ter exemplo da popularidade de Felipe Melo fora de campo, até mesmo em um vídeo ao vivo feito por Dudu a presença do atleta foi assunto. Na última terça, durante os minutos em que brincou com os colegas de elenco, o camisa 7 viu que grande parte dos comentários fazia menção ao camisa 30. "Cadê o Felipe Melo?" e "Chama o ousado aí!" foram repetidos por palmeirenses que acompanharam à transmissão.

O volante da seleção na Copa do Mundo de 2010 também tem frases que sempre repete, especialmente em situações cotidianas. "Ousado também pega trânsito, viu?", por exemplo, é a expressão característica do volante quando se vê preso entre as filas de carro na capital paulistana.

Pelas ruas de São Paulo, aliás, Felipe revelou ter popularidade com rivais e torcedores que não são tão ligados ao esporte. "Não só o torcedor do Palmeiras, mas do Santos, do Corinthians e do São Paulo. Sou abordado para tirar fotos nas ruas. Cornetam quando tem de cornetar. É uma cornetagem com carinho, vamos dizer assim. Tipo: 'Você está no Palmeiras, jogando bem, mas tinha de jogar no meu time'. Gente que não gosta de futebol me parabeniza pela minha sinceridade, que às vezes até ultrapassa os limites. Teria de ser mais politicamente correto. Estou muito contente pela forma como fui recebido pelo povo de São Paulo", disse o jogador.

Reprodução/Instagram
Felipe Melo ganhou um cão da raça pitbull e deu o nome de Ousado

Além de ser chamado de ousado, Felipe Melo também tem os apelidos de Pitbull e Cachorro Louco. A brincadeira vem desde os tempos de Europa, quando ele incorporou a ideia de um volante "mordedor" e passou a comemorar seus gols imitando o animal em campo. Foi assim também no Palmeiras, quando marcou pela primeira vez. A ligação vai além do futebol. O jogador tem uma verdadeira família canina e recentemente adquiriu um pitbull. O nome? Ousado.

Os filhos do jogador, obviamente, estão na lista de fãs de seu pai. Eles sempre repetem o apelido do pai e por vezes até imitam os trejeitos na hora da pronúncia:

O clima bom com os torcedores também se repete no elenco. Nas redes sociais, Felipe mostra entrosamento com os companheiros fora dos gramados. Na segunda, por exemplo, postou vídeos e fotos comemorando aniversário de familiares dos atletas ao lado de Michel Bastos, Egídio e Rafael Marques.

MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO CONTEÚDO
Michel, Rafael e Felipe mostram entrosamento fora dos campos também

"Esse entrosamento que a gente tem no elenco nos ajuda bastante, porque por mais que o clube tenha mantido 80% da base, sempre tem jogador novo. E o entrosamento ajuda bastante na adaptação. Não só agora, que estamos em uma sequência boa de vitórias, mas nas horas das derrotas, porque vão acontecer porque somos humanos", disse. 

Os estrangeiros também gostam de repetir o respeito que Felipe tem por causa da carreira. Guerra, por exemplo, disse que qualquer jogador quer mostrar ainda mais serviço quando enfrenta atletas como Felipe e Zé Roberto, por causa da história construída por eles no futebol.

O próprio revela que tem sido assediado por atletas que jogam contra. "Já pediram bastante camisa. Eu troco, se pedir para assinar, eu assino e tudo", disse ele aos risos.

Dentro de campo, Felipe Melo tem tido destaques nas estatísticas: é o quarto melhor passador do time no Paulista e o segundo que mais desarma, mas já tem cinco cartões amarelos na temporada, foi suspenso uma vez e é o segundo que mais faz falta, segundo o Footstats, só atrás de seu concorrente Thiago Santos. Por vezes, ele alega que é perseguido por parte das árbitros.

Por fim, o jogador de 33 anos tem assumido um papel de "não deixar o futebol morrer". Sempre que pode, defende os estádios com a presença de duas torcidas em clássicos e lembra dos tempos de torcedor durante a sua infância que foi passada no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X PEÑAROL

Data:
12 de abril de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Juiz: Roddy Zambrano Olmedo (EQU)

PALMEIRAS: Prass; Fabiano (Jean), Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Tchê Tchê e Felipe Melo; Willian, Guerra e Dudu; Borja
Técnico: Eduardo Baptista

PEÑAROL: Guruceaga; Petryk, Quintana, Ramon Arias e Hernández; Nahitan Nández, Marcel Novick, Guzman Pereira e Cristian Rodríguez; Affonso e Junior Arias 
Técnico: Leonardo Ramos

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos