Palmeiras dá nota 8 para gramado de R$ 300 mil. WTorre deve fazer 3 trocas

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução/Facebook

    Há mais três trocas agendadas previamente pela WTorre para este ano

    Há mais três trocas agendadas previamente pela WTorre para este ano

O novo gramado do Allianz Parque "passou de ano", e com sobras. O processo de troca do terreno, iniciado na noite da última sexta-feira, acabou aprovado por atletas, comissão técnica e diretoria do Palmeiras. Tanto que esta nova iniciativa deve se repetir em pelo menos mais três oportunidades somente neste ano de 2017, de acordo com o planejamento da WTorre.

Em ação inédita promovida pela construtora desde a inauguração da arena, o terreno de jogo foi totalmente substituído depois das apresentações de Justin Bieber e Elton John & James Taylor, ocorridos na semana passada. A troca do gramado, inclusive, tirou o Palmeiras de casa na partida contra o Novorizontino, pelo Campeonato Paulista. Clique aqui para ver os gols da vitória palmeirense contra o Peñarol.

A administradora do Allianz Parque trouxe a grama plantada em uma fazenda localizada na região de Taubaté. Foram transportados 620 rolos de grama, com o peso de 1T cada um, para ocupar um terreno até então vazio. Tudo para evitar que o piso fosse danificado nos shows, como já aconteceu anteriormente. O planejamento da WTorre, agora, prevê repetir mais três vezes o processo nesta temporada.

Com grama suficiente para realizar esta logística de trocas por mais quatro vezes – já plantada em Tremembé -, a construtora planeja fazer a próxima mudança em maio, depois da apresentação de Sting, agendada para o dia 6. A ideia é substituir apenas trechos próximos ao setor gol norte, já que o show do ex-integrante do The Police fechará apenas o anfiteatro, segundo apurou o UOL Esporte..

A próxima troca total deve ocorrer apenas em setembro, quando o Allianz Parque receberá dois grandes shows – ainda não divulgados. Em dezembro, depois de terminado o Campeonato Brasileiro, a empresa novamente substituirá todo o terreno de jogo, já como parte do planejamento para 2018. Toda esta grama, reitera-se, está plantada na fazenda no interior.

A construtora, que investiu R$ 300 mil para construir toda a operação de troca e plantio dos novos gramados, passou pela aprovação da delegação palmeirense. Antigo crítico das condições do gramado no ano passado, o diretor de futebol Alexandre Mattos, depois da épica vitória sobre os uruguaios, tratou de elogiar o terreno de jogo estreado nesta quarta-feira.

"Muito obrigado às pessoas que cuidaram do gramado. Já vim aqui algumas vezes no ano passado e critiquei bastante. Não vou falar que estava 100%. Pela dedicação e investimento, vamos dar uma nota 8 para eles", classificou Alexandre Mattos.

"Tiveram uma atitude muito bacana. Acho que só prejudicou na hora do Willian botar a bola para dentro ali, mas tudo bem, faz parte [risos]", completou o dirigente, relembrando o gol perdido pelo atacante, que acertou o travessão após driblar o goleiro.

Enquanto Mattos se mostrou muito mais relaxado, em comparação ao ano passado, Eduardo Baptista ficou impressionado com o processo adotado pela construtora. Foram cinco dias entre o replantio e o primeiro jogo.

"Nunca tinha visto algo assim, ficamos espantados. A qualidade do campo, lógico, não é 100%, mas ficou próxima. Há cinco dias era terrão e hoje com condições plenas de jogo", relembrou o comandante palestrino após o confronto deste meio de semana.

"O quique da bola ainda não era o mesmo, porque a grama não estava fixa. Mas perfeito, dentro do que a gente poderia pegar, foi excepcional o trabalho que fizeram aqui", completou o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos