Chape fica no 1 a 1 com Nacional e segue sem vencer em casa na Libertadores

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

    Em segundo jogo na Arena Condá, Chapecoense ficou no 1 a 1 com uruguaios

    Em segundo jogo na Arena Condá, Chapecoense ficou no 1 a 1 com uruguaios

A Chapecoense segue sem vencer em casa na Copa Libertadores da América 2017. Nesta terça-feira, em partida pela terceira rodada do Grupo 7 da competição, o time catarinense recebeu o Nacional (Uruguai) e ficou apenas no empate: 1 a 1. Clique aqui para assistir aos gols do jogo.

Com o resultado na Arena Condá, a Chape se viu em situação menos confortável no torneio. Em três jogos, a equipe tem apenas quatro pontos, ocupando a terceira posição da chave. Lanús (Argentina) e o próprio Nacional ocupam as duas primeiras posições, respectivamente com seis e quatro pontos. O Zúlia (Venezuela) é lanterna, com três.

Foi o segundo jogo da Chape na Arena Condá pela Libertadores - pela segunda rodada, o clube recebeu o Lanús e perdeu por 3 a 1. Na estreia, vitória fora de casa sobre o Zúlia por 2 a 1.

A Chape volta a entra em campo fora de casa pela quarta rodada, quando visita o Nacional no Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu. A partida acontece em 25 de abril, às 21h45 (horário de Brasília).

De pênalti, Chape sai na frente

REUTERS/Edison Vara

A Chapecoense precisou de pouco tempo para abrir o placar. Aos 9 min, Arthur Caike recebeu a bola do lado esquerdo da área e foi derrubado por Sergio Otálvaro - pênalti. Na cobrança, Reinaldo bateu de esquerda no canto direito do goleiro Esteban Conde, que pulou para o outro canto e não conseguiu evitar.

Pressão e gol anulado

Embora os dois times demonstrassem equilíbrio na posse de bola, a Chapecoense era mais perigosa na hora de criar jogadas. Aos 22 min, Wellington Paulista recebeu o cruzamento e marcou de cabeça; a arbitragem, porém, assinalou falta de ataque e invalidou o segundo gol catarinense.

Chape vacila, Nacional cresce. Vem o empate

REUTERS/Diego Vara

Os donos da casa dominavam, mas não conseguiam ampliar. Do outro lado, os visitantes tinham poucas chances, mas não vacilaram na melhor delas. Aos 41 min, Kevin Ramírez foi acionado na ponta esquerda e cruzou para trás; Hugo Silveira escorou no contrapé de Artur Moraes e empatou para o Nacional.

"Como essa bola não entrou?"

Com um segundo tempo lento, a Chape demorou, mas começou a tomar conta do jogo e a criar as melhores chances. Aos 26 min, Rafael García tentou cortar o cruzamento pela direita, mas cabeceou contra as próprias redes e só não marcou contra porque o goleiro Esteban Conde se esticou e tirou a bola no canto direito. Mais tarde, aos 29 min, Túlio de Melo recebeu o cruzamento pela direita e dividiu com Conde; a bola sobrou sem goleiro para o camisa 10, que se jogou para escorar e mandou na trave - a bola ainda passou caprichosamente por cima da linha do gol antes de ser afastada pela defesa.

Clima quente

Nos minutos finais, o clima esquentou em campo entre os dois times. Aos 36 min, ao ser substituído, Kevin Ramírez retardou a saída e irritou os jogadores do time da casa. Mais tarde, aos 40 min, o tempo fechou de novo em dividida entre Andrei Girotto e Diego Polenta - o volante reclamou de um chute no rosto. No fim, Polenta foi advertido pelo lance, enquanto Moisés Ribeiro recebeu amarelo por reclamação.

FICHA TÉCNICA
Chapecoense 1 x 1 Nacional (URU)

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 18 de abril de 2017, terça-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Orbe (Equador)
Gols: Reinaldo, aos 10min do 1º T (CHP); Hugo Silveira, aos 41min do 1º T (NAC)
Cartões amarelos: Moisés Ribeiro (CHP); Sergio Otálvaro (NAC), Kevin Ramírez (NAC), Diego Polenta (NAC) e Diego Arismendi (NAC)

Chapecoense: Artur Moraes; Apodi (Moisés Ribeiro), Luiz Otávio, Nathan e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio e João Pedro; Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur Caike (Niltinho)
Técnico: Vágner Mancini

Nacional (URU): Esteban Conde; Sergio Otálvaro (Gonzalo Porras), Rafael García, Diego Polenta e Luis Espino; Santiago Romero, Diego Arismendi, Alvaro González e Kevin Ramírez (Sebastian Rodríguez); Hugo Silveira e Rodrigo Aguirre
Técnico: Martín Lasarte

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos