Edílson cita queda do Corinthians e pede Grêmio atento contra o Guaraní-PAR

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

Edílson pisou em Assunção e lembrou daqueles dias de maio de 2015, quando enfrentou pelo Corinthians o Guaraní-PAR, adversário do Grêmio na terceira rodada do grupo 8 da Libertadores. Antes do jogo desta quinta-feira (20), o lateral direito citou a eliminação do Timão nas oitavas de final como exemplo de aplicação do time paraguaio.

O treinador do Guaraní não é mais o mesmo, mas o elenco tem remanescentes daquela campanha, como o goleiro Aguilar e o meia Marcelo Palau. Edílson lembra vivamente das duas derrotas surpreendentes.

"Eu já joguei contra o Guaraní, pelo Corinthians. Sei que é uma equipe aguerrida, conheço bem. Fomos eliminados por eles. Todo jogador paraguaio luta, não desiste nunca. Sabemos que vai ser uma grande luta", disse o camisa dois do Grêmio.

À época, Edílson era reserva de Fagner e assistiu de perto da derrota por 2 a 0 no mesmo Defensores Del Chaco que recebe o Grêmio agora. Também acompanhou da beira do campo um novo revés, em Itaquera, pelo placar mínimo.

Guaraní-PAR e Grêmio dividem a liderança da chave com seis pontos. O Tricolor leva vantagem nos gols marcados, cinco contra quatro. Os times jogam nesta quinta-feira, às 19h30 (Brasília) e voltam a se enfrentar na quarta da semana que vem, em Porto Alegre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos