Camisa listrada dá lugar ao branco nos jogos do Atlético-MG na Libertadores

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Ver o Atlético-MG todo de branco tem se tornado comum na Libertadores, mesmo em BH

    Ver o Atlético-MG todo de branco tem se tornado comum na Libertadores, mesmo em BH

"O Uniforme Titular, composto de camisa com listras verticais brancas e pretas, apresentando, no lado esquerdo, o Escudo estampado na altura do coração; de calção cuja cor predominante é preta, podendo conter uma ou mais listras brancas; de meias brancas que podem conter detalhes na cor preta", assim está no estatuto do Atlético-MG a descrição de como deve ser composto o uniforme principal do clube.

Mas em jogos da Copa Libertadores o clube mineiro tem atuado muito mais com a camisa número, predominantemente branca. Foi assim na edição passada e assim está acontecendo em 2017. Somados os últimos 14 jogos do Atlético no principal torneio de clubes da América do Sul, são oito aparições com a camisa branca e apenas seis com a tradicional camisa listrada.

Somada as últimas duas edições e os quatro jogos em 2017 pela Libertadores, o Atlético jogou o mesmo número de vezes com os uniformes listrado e o branco. Foram 11 aparições com cada uma das camisas.

O principal fato que faz com que o Atlético tenha que atuar mais vezes de camisas brancas, mesmo quando é mandante em Belo Horizonte, é o cruzamento com outras equipes alvinegras. Foi assim nos anos anteriores, quando enfrentou o Colo-Colo, sempre as duas equipes com a mesma combinação nos quatro confrontos: brasileiros todo de branco e chilenos todo de preto.

Combinação que se viu mais uma vez nos confrontos com o Libertad, do Paraguai. Se o Atlético tem uma camisa listrada e outra branca, a equipe de Luque tem o primeiro uniforme listrado e o segundo preto. Os uniformes que cada equipe vai usar são determinados pela organização do torneio, em reuniões que geralmente acontecem no mesmo dia do jogo.

Como o Atlético não ter um terceiro uniforme com uma cor alternativa, a equipe estrangeira faz a gentileza de jogar com a camisa reserva quando recebe o time brasileiro. Gentileza que o Atlético devolve nos jogos em Belo Horizonte.

Camisa branca marcou virada contra o Corinthians

Nas vezes em que o Atlético joga de branco em Belo Horizonte, muitos torcedores não ficam nada satisfeitos com a situação. No entanto, um jogo em casa, de camisa branca, é bastante lembrando pelos atleticanos. Em 2014, quando enfrentou o Corinthians, nas quartas de final da Copa do Brasil, a equipe mineira teve de jogar duas vezes de branco, pois naquela temporada o clube paulista tinha uma camisa branca com listras pretas, causando confusão com a camisa listrada do Atlético.

Após perder o primeiro jogo, em São Paulo, por 2 a 0, o Atlético venceu a partida da volta por 4 a 1, após sair perdendo por 1 a 0. Jogo que ficou ainda mais marcado pelos torcedores pela sequência do torneio, conquistado pelo Atlético. Além da virada sobre o Corinthians, o clube mineiro repetiu o feito com o Flamengo e conquistou a Copa do Brasil em cima do Cruzeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos