Mattos defende e sugere convocação de Felipe Melo para a seleção

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Felipe Melo (foto) recebeu elogios de Alexandre Mattos

    Felipe Melo (foto) recebeu elogios de Alexandre Mattos

Alexandre Mattos aproveitou-se da chegada cedo do Palmeiras ao Estádio Campeón del Siglo, onde a equipe enfrenta o Peñarol pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, para encerrar de vez qualquer resquício de polêmica dentro do elenco. O principal alvo foi Felipe Melo, tratado como exemplo pelo dirigente.

Em uma pequena zona mista ocorrida no estádio do clube uruguaio, o dirigente cobrou a valorização do nível apresentado pelo meio-campista e chegou a até a sugerir para Tite observar o camisa 30 do Palmeiras para a seleção brasileiro. Felipe Melo não defende a equipe nacional desde a eliminação do país na Copa do Mundo de 2010, quando o próprio acabou expulso.

"Felipe Melo é extremamente do bem. Tem um papel de liderança muito forte. Estou surpreendido com muita coisa positiva dele", disse o dirigente, em declaração reproduzida pelo jornal Lance!.

O assunto se dirigiu a Felipe Melo por um lance ocorrido no treinamento da última terça-feira. Durante o aquecimento, o volante discutiu com Róger Guedes, e o diálogo -com direito a uma cobrança do camisa 30 sobre o jovem atacante – acabou flagrado pela Rede Globo.

"Ali foi banal, chega a ser ridículo. Nem teve conversa da diretoria. Todos se gostam, puxam a orelha, tem desavença normal", disse Mattos, que valorizou o próprio trabalho da diretoria para negar qualquer mal entendido dentro das alamedas palestrinas.

"Se tivesse racha já teria feito algo. Mantemos o controle forte nisso. Até gosto de cobrança com respeito, sem prolongar", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos