Borja treina entre os reservas do Palmeiras em último trabalho no Brasil

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Miguel Borja trabalhou como reserva na manhã desta segunda-feira

    Miguel Borja trabalhou como reserva na manhã desta segunda-feira

No último treino no Brasil, antes da viagem rumo a Cochabamba, cidade da partida contra o Jorge Wilstermann-BOL, válida pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o técnico Eduardo Baptista apresentou uma mudança representativa no time titular: o centroavante Miguel Borja figurou entre os reservas.

Investimento mais caro do atual campeão brasileiro no ano [R$ 35 milhões], Borja participou da atividade tática entre os reservas. A vaga de centroavante titular, pelo menos no treinamento desta segunda-feira, ficou com Willian, artilheiro palmeirense na temporada com oito gols.

Depois de um início avassalador com dois gols em dois jogos, Miguel Borja caiu de rendimento nas últimas semanas. Contra a Ponte Preta, na queda palmeirense no Campeonato Paulista, o colombiano saiu sob vaias no Allianz Parque. São quatro jogos de jejum, sem anotar gols.

Eduardo Baptitsta ainda apresentou mais duas novidades no último ensaio antes da viagem para a Bolívia. Michel Bastos, destaque no segundo tempo contra o Peñarol na última semana, trabalhou como lateral-esquerdo, enquanto Vitor Hugo treinou na vaga de Edu Dracena, desfalque por um trauma no joelho adquirido durante as atividades do último final de semana.

Além de Edu Dracena, a atividade desta segunda-feira também não contou com Zé Roberto. O veterano, com uma tendinite, acabou poupado do trabalho no gramado da Academia de Futebol.

O Palmeiras trabalhou nesta segunda-feira com Fernando Prass; Jean, Yerry Mina, Vitor Hugo e Michel Bastos; Thiago Santos; Róger Guedes, Alejandro Guerra, Tchê Tchê e Dudu; Willian. A delegação viaja na manhã desta terça-feira para a Bolívia.

Treino tático e atenção às bolas paradas

No terceiro dia de treinos desde a vitória por 3 a 2 sobre o Peñarol, na última quarta-feira, Eduardo Baptista dedicou-se a dois tipos de trabalho. Somado à atividade tática, que ensaiou o time para quarta-feira, o treinador investiu boa parte da manhã no treino de bolas paradas.

O provável time titular se dirigiu a um campo anexo da Academia para treinar cobranças de bola parada para a área e diretas. Até pênaltis foram trabalhados nesta segunda-feira. Os reservas, com Borja em campo, atuaram em um coletivo contra atletas da base.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos