Renato diz que Grêmio jogou bem e reclama: "Perdemos para arbitragem"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho elegeu o culpado pela primeira derrota do Grêmio na Libertadores: German Delfino, árbitro argentino. Depois de perder de virada, para o Deportes Iquique-CHI, o treinador do time gaúcho reclamou do pênalti marcado no primeiro tempo e da falta assinalada que definiu o 2 a 1 na quinta rodada do grupo 8, no deserto de Atacama.

Veja os gols da partida

O treinador quase não se permitiu falar do time, da atuação e de suas escolhas na escalação inicial e substituições ao longo do duelo na cidade de Calama, no interior do Chile.

"A equipe não esteve em uma grande noite, mas esteve bem. Não gosto de falar de arbitragem, mas a gente se prepara a semana toda. Sai na frente. Fora de casa. E por dois erros, o Grêmio tomou dois gols. Fica difícil, uma hora não dá mais para se calar. Não estou dando desculpa, mas foram erros fatais da arbitragem. O pênalti e a falta do Pedro que não houve. Não adianta a minha equipe se preparar e sofrer com a arbitragem", disse Renato.

O gol do Grêmio saiu após escanteio cobrado por Luan, com desvio de Kannemann e finalização de Lucas Barrios. Mas a vantagem não se sustentou por muito tempo. Aos 20, Ramiro levantou o pé em uma dividida na área e a arbitragem marcou pênalti. Com o placar igual, o Tricolor produziu muito pouco.

"Não vou falar do que a equipe fez de certo ou errado. Hoje vou falar só da arbitragem. Inadmissível a Libertadores ter um arbitro assim. Tem horas que não posso me calar", comentou o treinador. "A gente não perdeu na malandragem, nós perdemos para a arbitragem. Pelos dois erros dele (árbitro) nós perdemos o jogo", completou.

Na resposta seguinte, Renato comentou rapidamente as escolhas para o jogo. Sem Maicon e Miller Bolaños, o treinador escolheu Jaílson para atuar ao lado de Maicon e Ramiro foi escalado aberto na linha de três do meio-campo.

"O Jaílson porque sabemos muito do nosso adversário, jogam muito por dentro. Coloquei o Ramiro aberto por fechar o meio, para não perdermos o meio-campo. Deu certo, o Grêmio estava bem. Dominando o jogo. O Arthur na hora certa... Para jogar com o Arthur temos que modificar o nosso sistema de jogo e não é o momento. Não quero o Arthur de cabeça de área, tem qualidade grande. Para colocar o Arthur temos que tirar alguém que joga pelos lados", explicou Renato.

Com a derrota, o Grêmio estaciona nos 10 pontos. O Iquique pulou para os 9 pontos e o Guaraní-PAR, que enfrenta o Zamora-VEN na quinta-feira, soma 7.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos