Em rodada de tropeços, Fla e Galo se salvam. Veja as contas da Libertadores

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Ricardo Moraes

    Guerrero comandou vitória do Fla em um dos poucos triunfos brasileiros na rodada

    Guerrero comandou vitória do Fla em um dos poucos triunfos brasileiros na rodada

A fase de grupos da Libertadores está se aproximando do seu fim, e os torcedores de cada time já começam a fazer as contas pela classificação para o mata-mata. A rodada não foi generosa com a maioria dos brasileiros: apesar das boas vitórias de Flamengo e Atlético-MG, vieram derrotas para Botafogo, Atlético-PR, Palmeiras e Grêmio até agora - o Santos fecha a rodada nesta quinta, em casa, contra o Santa Fe. 

O UOL Esporte mostra o que é necessário para que cada equipe brasileira que já jogou nesta semana avance às oitavas de final. Confira:

Grupo 1: Botafogo

A derrota para o Barcelona de Guayaquil (dez pontos) impediu que o Botafogo (sete) garantisse antecipadamente a classificação – a vaga foi para o time equatoriano. Mas a situação ainda é relativamente tranquila: se o time carioca pelo menos empatar em casa com o Atlético Nacional (três) na próxima rodada, e o Estudiantes (três) não vencer o Barcelona fora, a vaga já é alvinegra.

Se não conseguir garantir a classificação na próxima rodada, o Botafogo terá de decidir a vida contra o Estudiantes, fora de casa. Neste caso, qualquer vitória simples é suficiente; se empatar ou até perder, dependerá do outro jogo (Atlético Nacional x Barcelona) para avançar.

Grupo 4: Flamengo e Atlético-PR

A vitória sobre a Universidad Católica (cinco pontos) deixou o Flamengo (nove) em situação muito boa. Um empate na última rodada contra o San Lorenzo (sete), fora de casa, será suficiente para garantir a classificação. Mesmo se perder na Argentina, o Fla ainda pode avançar, desde que o Atlético-PR (sete) não vença a Católica no Chile.

Já o Furacão está em posição um pouco mais complicada. Para não depender do outro jogo, precisará vencer a Universidad Católica fora de casa. Se empatar, avança só se o Fla vencer o San Lorenzo em Buenos Aires. Se perder, será ultrapassado pelos chilenos e estará eliminado.

Grupo 5: Palmeiras

Apesar da derrota fora de casa para o Jorge Wilstermann (nove pontos), o Palmeiras (dez) ainda está em situação bem confortável. Mesmo se perder em casa por 1 a 0 na última rodada para o Atlético Tucumán (sete), o time alviverde se classifica, pois supera o time argentino no saldo de gols.

A única possibilidade de o Palmeiras ficar fora é perder por dois ou mais gols de diferença para o Tucumán no Allianz Parque, e ao mesmo tempo o Jorge Wilstermann pelo menos empatar fora de casa com o já eliminado Peñarol (três).

Grupo 6: Atlético-MG

Pode-se dizer que o Galo (dez pontos) está virtualmente classificado para as oitavas de final. Se o Libertad (quatro) não vencer o Godoy Cruz (dez) fora de casa nesta quinta-feira, aliás, a vaga já fica matematicamente confirmada.

Mesmo se o Libertad ganhar o jogo, o Atlético ainda chega tranquilo para a última rodada. Até perdendo em casa do Godoy Cruz, é quase certo que o time mineiro se garanta nas oitavas de final. O Libertad, que poderia ultrapassá-lo, possui hoje dez gols a menos de saldo que o Galo – teria provavelmente de aplicar uma goleada histórica no eliminado Sport Boys (um) na partida final.

Grupo 7: Chapecoense

A situação da Chape (quatro pontos) é a mais complicada entre os times brasileiros. Se perder do Lanús (sete) fora de casa, na próxima rodada, estará praticamente eliminada por causa do saldo de gols muito ruim (-4). Se empatar, a situação também fica muito delicada, a menos que o Zulia (quatro) vença em casa o Nacional (sete) e impeça o time uruguaio de pontuar.

Portanto, uma vitória sobre o Lanús é importante para o time entrar na última rodada com chances consideráveis. Neste caso, no jogo final, contra o Zulia, em Chapecó, uma nova vitória deve ser suficiente para garantir a vaga – ainda assim, existe a chance de terminar atrás de Lanús e Nacional, por causa do saldo de gols. De qualquer maneira, a Chape não depende mais só de si mesma.

Grupo 8: Grêmio

O Grêmio (dez pontos) é outro praticamente classificado. O time tricolor lidera o grupo e enfrenta na última rodada, em casa, o lanterna e eliminado Zamora, que ainda não pontuou na Libertadores. Uma vitória simples ou mesmo um empate garante a classificação. Mas até se tropeçar feio e perder, a chance de avançar ainda é muito alta.

O motivo é que os outros dois concorrentes, o Deportes Iquique (nove) e o Guaraní (sete), devem "se matar" no jogo final. Antes, ainda, o Guaraní enfrenta o Zamora nesta quinta-feira para fechar a quinta rodada – se não vencer, o Grêmio está matematicamente classificado. De qualquer maneira, para o time gaúcho ser eliminado, só com uma desastrosa e improvável combinação de resultados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos