Vitor Bueno explica "quase golaço" e não se anima com posição de Lucas Lima

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • AP/Juan Karita

    Meia Vitor Bueno atua pelo lado direito, mas pode jogar centralizado na vaga de Lucas Lima

    Meia Vitor Bueno atua pelo lado direito, mas pode jogar centralizado na vaga de Lucas Lima

O meia Vitor Bueno explicou o "quase golaço" que marcou na goleada do Santos diante do Sporting Cristal por 4 a 0 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo que garantiu a primeira colocação da equipe santista no Grupo 2 da Copa Libertadores da América. Clique aqui e veja os gols.

Isso porque o camisa 7 havia driblado dois marcadores, com direita a meia-lua e drible no goleiro, mas preteriu a finalização e escolheu tocar a bola para Kayke. Com isso, o zagueiro cortou e a bola sobrou novamente para Vitor Bueno marcar o gol.

"Verdade (perdeu a chance de marcar golaço). Eu vi o movimento do zagueiro, achei que ele daria o carrinho, por isso quis tocar, talvez não fosse a melhor opção, mas fui feliz e fiz gol", afirmou Bueno ao SporTV.

O camisa 7 não se mostrou animado ao ser questionado se poderia assumir a função de Lucas Lima, que sofreu lesão muscular e desfalcará nas próximas rodadas.

"São estilos de jogos diferentes. Eu acostumei a jogar do lado do campo. O professor me colocou ali (lado direito) e acabei e acostumando. Quem joga ali (centralizado) não esquece, e se o professor quiser me colocar alí, eu vou fazer a função", disse.

Após golear os peruanos pela Libertadores, o Santos volta a campo neste domingo, novamente na Vila Belmiro, diante do Cruzeiro, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos