Mais velho a marcar na Libertadores, Zé reitera aposentadoria em 2017

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Andre Penner

Ao entrar em campo na vitória do Palmeiras sobre o Atlético Tucumán por 3 a 1 nesta quarta-feira (24), Zé Roberto se tornou o segundo jogador mais velho a participar de um jogo de Libertadores. Mais que isso: ao marcar o terceiro gol alviverde, o meia se tornou o mais velho a balançar as redes no torneio continental.

Veja os gols de Palmeiras 3 x 1 Atlético Tucumán

"Feliz por alcançar mais uma marca (de mais velho da Libertadores) nesses 20 e poucos anos de carreira. Hoje, a gente teve uma noite feliz, em que buscamos a nossa classificação, que era o nosso objetivo. Acho que fizemos um bom jogo contra uma equipe que saiu para fazer o resultado", afirmou à "Globo".

Com 42 anos, 10 meses e 18 dias, Zé Roberto ultrapassou o goleiro Mondragón. Em 2014, o colombiano fez sua última partida de Libertadores aos 42 anos, nove meses e 19 dias. O mais velho a atuar pela competição continental é o peruano Vicente Villanueva, com 43 anos e 10 meses.

Questionado se jogaria mais um ano para se tornar o jogador mais velho da Libertadores, Zé Roberto reiterou o desejo de se aposentar ao final da temporada. "De princípio, tenho decidido que paro esse ano. Mas quero parar esse ano conquistando alguma coisa. Desde que cheguei, ganhamos Copa do Brasil, Brasileiro...", completou.

Com a vitória, o Palmeiras se classificou para as oitavas de final da Libertadores na primeira posição do Grupo 5, com 13 pontos. O Jorge Wilstermann, da Bolívia, avançou na segunda colocação, com 9.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos