Abalado por eliminação, Palmeiras terá dia cheio no departamento médico

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/TV Globo

    Mina fica muito bravo ao ter de ser substituído na partida contra o Barcelona-EQU na Libertadores

    Mina fica muito bravo ao ter de ser substituído na partida contra o Barcelona-EQU na Libertadores

Além de lidar com toda a frustração de ser eliminado da Libertadores, o Palmeiras ainda pode ter diversas dificuldades para montar um time para domingo, diante do Vasco, pela 20ª rodada do Brasileirão.

Depois da partida contra o Barcelona-EQU, vários jogadores saíram com problemas de contusão e serão avaliados nesta quinta-feira para saber da gravidade de cada problema. O time equatoriano avançou às quartas de final da Libertadores após perder por 1 a 0 no tempo normal, mas sair vitorioso na disputa de pênaltis por 5 a 4. Clique aqui para assistir aos lances da partida.

O primeiro deles será Mina. O zagueiro deixou o jogo ainda no primeiro tempo com problemas no pé direito e foi substituído por Edu Dracena. Vale lembrar que ele já vinha de tratamento especial por causa de dores na região da nádega. 

Além dele, os médicos também farão uma avaliação em Bruno Henrique. O volante jogou no sacrifício da metade do segundo tempo em diante por não poder ser substituído, já que as três trocas já tinham sido feitas. Com dores no pé, ele andou com dificuldades em campo.

Dudu também passará pelas mãos dos médicos. O atleta tentou uma disparada e sentiu dores no joelho e na coxa. O camisa 7 e capitão, a exemplo de Mina, deixou o gramado chorando.

Moisés, que acabou de se recuperar de uma cirurgia que o afastou por cinco meses dos gramados, também deixou o campo mancando. O jogador sofreu um pisão no tornozelo e também terminou o jogo no sacrifício diante da impossibilidade de novas trocas.

Mayke, que não entrou em campo na quarta-feira por ter torcido o tornozelo durante os treinos também é outra dúvida. Ele já está sob cuidados dos médicos e fisioterapeutas, e o clube ainda não divulgou quais as condições do lateral direito.

Guerra e Jean também seguirão nos trabalhos especiais. Os dois têm enfrentado problemas para manter a forma e podem ser preservados para evitar que as dores aumentem e uma lesão grave aconteça. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos