Líderes do time tentam evitar, mas palmeirenses xingam Egídio após queda

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Andre Penner

    Egídio perdeu a última cobrança do Palmeiras nos pênaltis

    Egídio perdeu a última cobrança do Palmeiras nos pênaltis

Imediatamente após a eliminação do Palmeiras nas oitavas de final da Libertadores, a torcida elegeu Egídio, que errou o último pênalti, como vilão. Boa parte do estádio puxou o coro "Ei, Egídio, vai tomar no c..." assim que constatada a queda. Assista ao gol do Palmeiras e a disputa por pênaltis.

Imediatamente, líderes do elenco foram em direção à organizada e pediram para que as ofensas fossem interrompidas. Fernando Prass, Edu Dracena e Deyverson reprovaram os gritos e fizeram gestos para que o cântico parasse.

Não adiantou. O grito continuou e, em seguida, se transformou em um xingamento coletivo: "time medíocre", gritaram os torcedores.

Durante todo o ano, a torcida do Palmeiras não demonstrou calma com Egídio e sempre pegou no pé do lateral esquerdo. Cuca fazia apelos em todo instante para que a torcida tivesse calma e não xingasse o atleta. Mais de uma vez, o técnico afirmou que ele era o melhor da posição no elenco. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos