O ano em 13 dias! Botafogo inicia decisões na Libertadores e Copa BR

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Facebook Botafogo

    O tradicional mosaico do Botafogo estará presente novamente diante do Nacional-URU

    O tradicional mosaico do Botafogo estará presente novamente diante do Nacional-URU

Se tem uma palavra que define bem os últimos 12 meses do Botafogo é superação. Em agosto de 2016, quando Jair Ventura assumiu o time, a luta era contra o rebaixamento. Sob novo comando, o Alvinegro teve arrancada espetacular e se classificou para a Libertadores. Nesta quinta, às 19h15, a equipe inicia diante do Nacional-URU, no Nilton Santos (Engenhão), pela Libertadores, uma série de três decisões que definirá o ano do clube.

Após vencer os uruguaios por 1 a 0 no jogo de ida, em Montevidéu, o Botafogo tem vantagem mínima para decidir a vaga nas quartas de final da Libertadores jogando em casa. Casa essa que estará completamente lotada. Todos os 40 mil ingressos colocados à venda se esgotaram com antecedência.

Isso representa uma quebra de recorde de público do Botafogo na temporada, de 34.424 pagantes contra o Colo-Colo na primeira partida do time na competição. Além disso, diretoria e organizadas preparam uma festa bem especial. Mosaico, 30 mil adereços de mão e um efeito especial que promete surpreender.

"A ideia é fazer uma coisa simples. Não será nada inédito, serão coisas bem criativas, o pessoal da comissão de festas das torcidas são figuras muito engraçadas, vem com as ideias, e aí buscamos patrocínio. Serão 30 mil adereços de mão, e queria aqui agradecer ao Premiere, que vai fornecer estes adereços. Teremos efeitos 3D… E vamos fazer chover no estádio. Levem capa de chuva. E tem os fogos, as músicas… Vai ser uma bonita festa", disse o vice de marketing do Botafogo, Marcio Padilha, à Rádio Globo.

Após a Libertadores, nesta quinta-feira, o Botafogo terá pela frente ainda as semifinais da Copa do Brasil. Neste duelo, o adversário é o Flamengo. O primeiro jogo será dia 16, no Nilton Santos. O segundo, no dia 23, na Ilha do Urubu.

"É dos grandes jogos a parte motivacional cada vez trabalha menos, temos que buscar o equilíbrio. Disputar Libertadores é diferente, temos ainda Copa do Brasil e Brasileiro. Só o Grêmio e a gente têm isso. Fica ansiedade de todos. Temos pequena vantagem, mas tem que ser pensada só no final do jogo. Entrar ligado os 90 minutos", explicou o empolgado técnico Jair Ventura.

O momento que o torcedor tanto esperava chegou. É hora de decidir a vida em duas competições em fase eliminatória. Serão 13 dias de emoção forte no Botafogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos