Santos elimina Furacão com Vanderlei inspirado e contra-ataque mortal

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

O Santos venceu o Atlético-PR por 1 a 0 nesta quinta-feira, na Vila Belmiro, e se classificou para as quartas de final da Copa Libertadores da América. Após vencer o jogo de ida por 3 a 2, a equipe santista jogou com o "regulamento na mão". O alvinegro praiano apostou em um único contra-ataque, mortal, e fez o gol com Bruno Henrique, quando o time era sufocado pelo time paranaense. Assista ao gol do jogo.

O Santos contou mais uma vez com o goleiro Vanderlei para garantir a classificação. Vanderlei não se mostrou nenhum pouco abalado por ter ficado de fora da convocação de Tite para a seleção brasileira nesta quinta. Foram, no mínimo, cinco grandes defesas. Além disso, o Santos contou com grande atuação do zagueiro Lucas Veríssimo, que salvou o time quando Vanderlei estava "batido". 

Após eliminar o Atlético-PR, o Santos vai enfrentar o Barcelona-EQU, que eliminou o Palmeiras na última quarta-feira.

Pelo Campeonato Brasileiro, Santos e Atlético-PR voltam a campo nos próximos dias. O clube paranaense enfrenta o Bahia, domingo, às 19h (de Brasília), na Arena da Baixada. Já o Santos joga na segunda-feira, diante do Fluminense, às 20h (de Brasília), no estádio do Pacaembu.

Quem foi o melhor: "É, Vanderlei!"

Marcello Zambrana/AGIF

A torcida santista ovacionou mais uma vez Vanderlei com os gritos "É, Vanderlei". O goleiro fez uma sequência de defesas entre os 24 e 25 minutos do primeiro tempo. Primeiro, ele defendeu uma cabeçada a queima-roupa de Paulo André. Na sequência do lance, o goleiro defendeu uma cabeçada de Fabrício. O Atlético pegou o rebote e finalizou novamente – desta vez foi Guilherme que parou no goleiro santista em chute cruzado.

Quem foi o pior: Ribamar destoa de todo o time

O atacante do Atlético-PR não acompanhou o ritmo de seus companheiros em campo. Ribamar não "apareceu" em campo e errava até domínios de bola, matando as jogadas do time paranaense. Por conta disso, ele foi substituído por Ederson.  

Santos tem outro herói: Lucas Veríssimo

Além de Vanderlei, o zagueiro Lucas Veríssimo salvou o Santos na partida. No primeiro tempo, Jonathan driblou Zeca dentro da área e chutou cruzado para boa defesa de Vanderlei, que deu o rebote. A bola sobrou para Sidcley que, sem goleiro, chutou no peito de Lucas Veríssimo, que estava em cima da linha do gol. Além disso, ele cortou bolas importantes e quase marcou um gol na segunda etapa. O defensor cabeceou, livre, na marca do pênalti e a bola passou próxima a trave esquerda de Weverton.

Melhorou! Levir saca volante e inverte pontas

Daniel Vorley/AGIF

Após sofrer enorme pressão no primeiro tempo, o técnico Levir Culpi mexeu na equipe santista. Ele sacou o volante Yuri para a entrada do meia Jean Mota. Com isso, o time da Vila melhorou a sua saída de bola e começou a criar alguns contra-ataques. Além disso, o treinador inverteu Copete e Bruno Henrique de lados no ataque, já que o seus atacantes estavam anulados por conta das marcações de Fabrício e Jonathan, respectivamente. A estratégia deu certo, pois o camisa 27 apareceu do lado direito para fazer o gol da classificação. 

Avenida Ferraz!

O Atlético-PR apostou em todo o jogo e, principalmente no primeiro tempo, em jogadas pelo lado esquerdo do ataque – com Nikão nas costas de Victor Ferraz. O atacante do Furacão teve bastante liberdade no setor e causou muito perigo para a defensa santista. No entanto, Nikão, Guilherme, Ribamar, Ederson e companhia não conseguiram marcar os gols devido a grande atuação de Vanderlei. 

Atlético sufoca o Santos no 1º tempo e anula "estrela santista"

Marcello Zambrana/AGIF

Os dois times atuaram no esquema 4-2-3-1, mas o Atlético "engoliu" o Santos no primeiro tempo. O time paranaense fez as famosas "marcação alta ou marcação pressão" e sufocou a equipe santista. Os volantes do Santos não conseguiram sair jogando e deixaram o time sem contrato. Se não bastasse, Jonathan, um dos melhores jogadores da partida, anulou Bruno Henrique até aos 32 minutos do segundo tempo, quando o atacante mais perigoso dos donos da casa marcou o gol da vitória santista. No entanto, até Bruno Henrique brilhar, o Santos teve que contar mais uma vez com os "milagres" de Vanderlei. 

Ficha Técnica: Santos 1 x 0 Atlético-PR

Data e horário: 10/08/2017, às 21h45 (de Brasília)
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Auxiliares: Diego Bonda e Gabriel Chade (ambos da Argentina)
Público: 12.360
Renda: R$ 622.995,00

Cartões amarelos: Guilherme (Atlético-PR)

Gols: Bruno Henrique aos 32 minutos do segundo tempo

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz, Zeca; Yuri (Jean Mota), Alison (Daniel Guedes), Lucas Lima; Copete (Thiago Ribeiro), Ricardo Oliveira e Bruno Henrique. Técnico: Levir Culpi.

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Paulo André e Fabricio; Matheus Rossetto (Bruno Guimarães), Lucho González e Guilherme; Sidcley (Pablo), Nikão e Ribamar (Ederson). Técnico: Fabiano Soares.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos