Botafogo tenta acabar com 'síndrome de vira-lata' por vaga na Libertadores

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Luciano Belford/AGIF

    Jair Ventura afastou pessimismo no Botafogo e mostra confiança em vaga na semifinal

    Jair Ventura afastou pessimismo no Botafogo e mostra confiança em vaga na semifinal

O Botafogo não conseguiu vencer o Grêmio no primeiro jogo das quartas de final da Libertadores, no Nilton Santos, na última quarta-feira. Enquanto muitos torcedores, tomados pelo pessimismo, deixavam o estádio de cabeça baixa, os jogadores entravam no vestiário com sangue nos olhos. O técnico Jair Ventura, da mesma maneira, optou por dar fim à 'síndrome de vira-lata' que assola o Alvinegro nos últimos anos em momentos decisivos (veja os melhores lances do jogo).

O treinador preferiu mostrar aos comandados confiança e otimismo sobre a possibilidade de chegar à semifinal da Libertadores. Após o 0 a 0, o Botafogo joga por dois resultados: vitória ou empate com gols. O Alvinegro, portanto, terá que marcar gol em Porto Alegre para não ser eliminado ou decidir a vaga nos pênaltis. Pessimismo? Não com Jair.

"Não duvidem do Botafogo. Esse time é o mesmo que falaram que seria rebaixado no ano passado, que não chegaria à Libertadores. Depois que seria eliminado na pré-Libertadores ou no grupo da morte. Estamos aqui até agora. Firme e fortes. Não duvidem desse grupo, de trabalhadores, de homens que se dedicam e merecem coisa grande", profetizou Jair Ventura.

"Vamos decidir contra o Grêmio fora de casa após empatar por 0 a 0 em casa. Contra o Flamengo não conseguimos, mas tivemos êxito em outras situações. Contra o Colo-Colo, por exemplo. Fomos lá e buscamos o empate com gols e avançamos. Qual final vocês querem escolher? O bom ou o ruim? Eu prefiro o bom, quero ser feliz", completou confiante o treinador do Botafogo.

Apesar de mais um 0 a 0 em casa em jogos eliminatórios, Jair viu uma postura completamente diferente do que ocorreu contra o Flamengo, quando o Botafogo não conseguiu criar oportunidades. Diante do Grêmio, o Alvinegro foi cauteloso, mas levou perigo ao adversário. O volume de jogo foi diferente. E isso faz o treinador seguir confiante na classificação. E, claro, deixando o pessimismo fora das grades do Nilton Santos.

"A gente não jogou igual, hoje [quarta] foi disputada, contra o Flamengo foi amarrada. Começa pela nossa performance, pois o Botafogo jogou melhor. Se pensar que vai lá [Porto Alegre] para perder, nem viaja. Vamos lá para vender caro. Como foi contra Olímpia-PAR, Colo-Colo-CHI. Não duvide dessa equipe do Botafogo porque poderá se surpreender. De novo", voltou a marcar posição.

O torcedor do Botafogo pode até ter deixado o Nilton Santos pensando no pior cenário daqui a uma semana. Jair Ventura, porém, espera mostrar, mais uma vez, que o atual grupo é capaz de surpreender quando menos se espera. A história recente não tira a razão do comandante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos