Barrios decide, Grêmio elimina Botafogo e volta à semi após 8 anos

Jeremias Wernek e Bernardo Gentile

Do UOL, em Porto Alegre e Rio de Janeiro

  • Ricardo Rímoli/AGIF

    Centroavante fez o gol que garantiu vitória e classificação do Grêmio na Arena

    Centroavante fez o gol que garantiu vitória e classificação do Grêmio na Arena

Oito anos depois, o Grêmio está de novo na semifinal da Libertadores. Nesta quarta-feira (20), o time gaúcho venceu o Botafogo por 1 a 0 e segue atrás do sonho de seu tricampeonato. A atuação em Porto Alegre teve altos e baixos e fugiu das características do Tricolor. Sem Luan, vetado pelos médicos, coube a Lucas Barrios decidir na bola parada.

Veja os melhores momentos de Grêmio 1 x 0 Botafogo

A última semifinal de Libertadores do Grêmio foi em 2009, quando o time gaúcho encarou o Cruzeiro. Nas participações desde então, o clube sempre parou nas oitavas.

Na próxima fase, o Grêmio enfrenta o Barcelona-EQU. O time de Guaiaquil eliminou o Santos. O primeiro jogo acontece na semana do dia 24 de outubro. A segunda partida será na Arena, no começo de novembro.

Quem decidiu: Lucas Barrios

O argentino naturalizado paraguaio não fez um jogo brilhante, mas foi decisivo. Na melhor chance que teve, conseguiu vencer a marcação no ar e converteu o gol da partida. Durante o confronto, ainda ajudou na defesa e esbanjou experiência em lances contra Joel Carli.

Quem foi mal: Matheus Fernandes

O volante destoou do sistema defensivo do Botafogo com a bola rolando e, no lance do gol, foi superado por Barrios e assistiu de camarote a jogada que definiu o confronto.

Personagem: Luan

A dúvida do Grêmio nos últimos 12 dias ficou no banco, por vontade própria, e quase jogou junto. Vetado pelos médicos por conta de lesão na coxa, Luan foi o último reserva a voltar do intervalo. O atraso foi por conta de conversa com Everton e troca de dicas sobre o jogo. O meia-atacante foi para campo aos 44 do segundo tempo finalizando o período longe do time.

Grêmio faz primeiro tempo estéril

Uma primeira etapa decepcionante. Sem Luan, o Grêmio não conseguiu dominar e ser melhor em casa. Bem marcado e carente de criatividade, o time gaúcho padeceu para chegar perto do gol. As melhores chances saíram de arremates de fora da área – além de um lateral longo que sobrou para Fernandinho e acabou no travessão.

E vence na bola parada

No segundo tempo o Tricolor foi mais para frente, mas decidiu mesmo na bola parada. Barrios marcou seu sexto gol na Libertadores e o 18º na temporada. O fundamento ainda rendeu outras chances ao Grêmio antes do apito final.

Botafogo cumpre promessa e também joga

A disciplina do Botafogo marcou presença, mas o time carioca não ficou só atrás. Depois de um início mais fechado, os visitantes se soltaram e chegaram a controlar a primeira etapa. Com direito a três boas chances para abrir o placar – uma bola na trave com Bruno Silva e tudo.

Atuação de Renato

A ideia de Renato Gaúcho para o jogo durou 35 minutos. Ainda no primeiro tempo, o treinador tirou Léo Moura e colocou Everton. O experiente lateral foi escalado na vaga de Luan, mas atuou aberto pela direita liberando Ramiro para ser armador. A mudança empurrou Fernandinho da esquerda para direita e tentou dar mais criatividade ofensiva.

Jair deixa chileno no banco

Ao contrário do primeiro jogo contra o Grêmio, o Botafogo começou com Matheus Fernandes no time e Leo Valencia no banco. A decisão deixou o time carioca mais robusto defensivamente. Pelo menos na teoria.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 BOTAFOGO

Data e hora: 20/09/2017, quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 50.517 pessoas (47.584 pagantes)
Renda: R$ 2.341.147,00
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Auxiliares: Luis Murillo e Carlos Lopez (ARG)
Cartões amarelos: Pedro Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Edilson (GRE); Igor Rabelo, João Paulo, Roger, Guilherme (BOT)
Gol: Lucas Barrios, aos 17 minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur, Ramiro (Luan), Léo Moura (Everton) e Fernandinho; Barrios (Jailson)
Técnico: Renato Gaúcho

BOTAFOGO: Gatito Fernandez; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luiz; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Leo Valencia), Bruno Silva e João Paulo (Brenner); Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger
Técnico: Jair Ventura

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos