Falta de gols em decisões faz Bota emperrar em ano de glória com a torcida

Bernardo Gentile

Do UOL

  • Luciano Belford/AGIF

    Botafogo não conseguiu fazer gols nas decisões e acabou eliminado em duas frentes

    Botafogo não conseguiu fazer gols nas decisões e acabou eliminado em duas frentes

O Botafogo superou dificuldades e chegou na fase decisiva de duas importantes competições: Copa do Brasil e Libertadores. Conhecido pelo jogo defensivo, o Alvinegro foi eliminado pelo Flamengo no primeiro sem oferecer perigo ao rival. A lição foi aprendida diante do Grêmio, e o time de General Severiano foi bastante ousado. O problema foi a falta de gols. A equipe passou zerada nas quatro decisões e frustrou a possibilidade de um ano de glórias.

A mudança de postura do Botafogo para o embate com o Grêmio ficou clara em relação aos duelos contra o Flamengo, na Copa do Brasil. Após se defender por 180 min diante do Rubro-negro, o Alvinegro ficou próximo de balançar as redes em diversas oportunidades contra os gaúchos. A pontaria, porém, não foi das melhores e foi decisiva para nova eliminação.

O técnico Jair Ventura procurou não setorizar a culpa pela eliminação. O treinador sabe que a falta de gols foi decisiva, mas preferiu exaltar o desempenho da equipe no primeiro tempo. O comandante do Botafogo, porém, deixou escapar a lamentação ao elogiar a eficiência do Grêmio, justamente o que faltou aos seus atletas.

"Quando perde jogando bem, fica uma dorzinha a mais. Quando perde porque o outro time foi muito melhor, tudo bem, você aceita. Eles não foram tão bem nesse jogo, mas fizeram o gol e conseguiram. Foram eficientes. Mérito deles. E depois acabaram o jogo. Seguraram até o apito final. Jogamos dentro do campo deles, mas sem criar chances. Honramos a camisa do Botafogo e o grupo está de parabéns", disse o técnico.

A euforia criada pela torcida em torno do time não resultou em títulos. Mesmo assim, o sentimento é que o Botafogo lutou bravamente, com as forças que tinha. E até com as que não tinha, em determinados momentos. Fugiu do rebaixamento no Brasileiro de 2016 e se classificou para a Libertadores. Passou por cada fase, eliminando cinco campeões da competição internacional até cair para o Grêmio.

"Passou um filme. Depois de tudo que passamos você perde e ser eliminado jogando melhor, fica a dor. Mas honramos a camisa. Esse grupo merecia um título nesse ano. Eu fico triste pelo grupo. Eles foram guerreiros, honraram as cores do Botafogo, deram o máximo", completou Jair Ventura.

Resta ao Botafogo recomeçar. A missão é mais fácil do que na temporada passada, já que o time já está na 7ª colocação e com boas possibilidades de se classificar novamente para a Libertadores. O Alvinegro volta a campo no domingo, quando visitará o Coritiba, no Couto Pereira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos