Grêmio encerra jejum e devolve brasileiros à final após três anos

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio encerrou um jejum do futebol brasileiro na Libertadores. Com a classificação diante do Barcelona-EQU, o Tricolor confirma a volta de clubes do Brasil à final do torneio. Desde 2013 a maior taça do continente era decidida sem a participação de representantes verde e amarelo. O avanço também reedita um clássico entre nações.

Antes do Grêmio, o último brasileiro na final da Libertadores foi o Atlético-MG de 2013.

Em 2014 a Libertadores foi decidida por San Lorenzo e Nacional-PAR. No ano seguinte, a decisão foi entre River Plate e Tigres-MEX. E na temporada passada o troféu acabou com o Atlético Nacional-COL depois de bater o Independiente Del Valle-EQU na final.

Na final, o Grêmio também garante a reedição de um clássico entre os países que mais vezes conquistaram a Libertadores: Brasil e Argentina. Os jogos contra o Lanús remontam o duelo que não acontece desde 2012, quando o Corinthians venceu o Boca Juniors.

A primeira partida da final da Libertadores acontece em 22 de novembro, na Arena do Grêmio. O segundo e decisivo encontro será no estádio La Fortaleza, em Buenos Aires, no dia 29.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos