Topo

Esporte


Renato fala em sufoco, mas exalta Grêmio na final: "É o que importa"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

02/11/2017 00h40


O Grêmio está na final da Libertadores e isso é o que importa. Depois de perder por 1 a 0 em casa, mas garantir classificação, Renato Gaúcho admitiu jogo ruim contra o Barcelona-EQU. Chegou a chamar o avanço de sufoco. Mas exaltou ao extremo o feito de levar o Tricolor a decisão do torneio sul-americano pela quinta vez. E 10 anos depois da última vez do clube.

A vaga veio pelo placar agregado, pelo resultado construído em Guayaquil. E põe o Grêmio contra o Lanús-ARG na decisão.

"Sufoco, né? Acho que o mais importante é o Grêmio estar na final. Uma partida de Libertadores não se define em 90 minutos. São 180 minutos e o Grêmio levou a melhor. Infelizmente perdemos, mas no total foi 3 a 1. O que vale é passar. Não fizemos uma grande partida, a gente sabe isso, mas a gente sempre respeito o adversário. Eles não eliminaram Palmeiras e Santos à toa. Lá encontramos menos dificuldades, mas aqui eles vieram atrás dos gol. O Grêmio soube se defender. Não adianta dar voltinhas, falar isso ou aquilo, o Grêmio está na final. Ponto", disse Renato Portaluppi.

Depois do que fez fora de casa, o Grêmio entrou em campo com expectativa alta. O público, no entanto, se deparou com um time jogando pouco. Criando pouco. E sofrendo em doses homeopáticas. O gol de Jonatan Álvez no primeiro tempo adicionou tensão, mas não foi além.

"Não é que o Grêmio tenha cometido muitos erros. O adversário foi bem. Mas são 180 minutos. Talvez a equipe tenha se acomodado devido a resultado (do primeiro jogo). Mas nas derrotas e vitórias sempre tiramos proveito. Para isso temos o vídeo, lá vamos ver o que fizemos de errado. Uma equipe não vai jogar sempre bem. O espetáculo, se vier, ótimo. Mas quero a classificação. O que vale mais, classificação ou show? Eu vou repetir a noite toda: o Grêmio está na final, junto com o Lanús, e os dois estão de parabéns", comentou o treinador.

A primeira final da Libertadores acontece em 22 de novembro, na Arena do Grêmio. O segundo jogo será no estádio La Fortaleza, na grande Buenos Aires, no dia 29.
 

Mais Esporte