"Cascudos" de Renato decidem, e Grêmio vence Lanús no 1º jogo da final

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre (RS)

  • REUTERS/Diego Vara

    Cícero comemora com Jael o gol da vitória do Grêmio na Arena

    Cícero comemora com Jael o gol da vitória do Grêmio na Arena

Nada de Luan, Arthur ou Barrios. Quem decidiu para o Grêmio no primeiro jogo da final da Copa Libertadores de 2017, nesta quarta-feira (22), contra o Lanús, foram os jogadores "cascudos" pedidos pelo técnico Renato Gaúcho para a disputa da competição continental. A vitória por 1 a 0 na Arena tricolor veio com gol de Cícero e assistência de Jael, dupla que entrou em campo no segundo tempo. Clique aqui e assista ao lance.

Com o triunfo na ida, o Grêmio joga por um empate na Argentina na quarta da semana que vem, 29 de novembro. O time gaúcho não terá o zagueiro Kannemann, que recebeu cartão amarelo e está suspenso para a decisão.

Contra um Lanús que criou as melhores chances no primeiro tempo, mas mal conseguiu passar do meio-campo no segundo, o Grêmio arrancou a vitória mesmo sem muita inspiração. O lance do gol veio em uma bola alçada na área, que Jael desviou de cabeça e Cícero completou para as redes.

Substituições de Renato surtem efeito

Jeferson Guareze/AGIF

O Grêmio sofreu para levar perigo com a bola pelo chão e superar a marcação do Lanús. Luan, principal criador do time, não achava espaço perto da área; como resultado, o time passou a alçar muitas bolas e buscar o gol pelo alto. De olho nisso, Renato Gaúcho lançou a campo Cícero e Jael e apostou tudo no jogo aéreo. Deu certo: aos 37 da segunda etapa, os dois experientes atletas participaram diretamente do lance decisivo. Jael ajeitou de cabeça e Cícero se esticou na área para vencer o goleiro Andrada e balançar a rede.

Grêmio aperta saída do Lanús

AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

O Grêmio jogou mais adiantado do que o normal. Sabendo que o Lanús gosta de sair com passes curtos desde a defesa, o Tricolor se atirou para cima em busca de uma interceptação próxima do gol defendido por Andrada. E conseguiu duas vezes, após erros técnicos do goleiro argentino, mas Luan e Arthur erraram nas finalizações com a meta escancarada, sem força e direção.

Lanús escapa da pressão e inverte cenário

O time argentino não se assustou com a Arena lotada, com o Grêmio pressionando. Depois do início com iniciativa do time brasileiro, o Lanús conectou longa sequência de passes e criou a primeira chance de gol. Martínez concluiu uma jogada que percorreu quase toda a extensão do campo, com direito a drible de Alejandro Silva em Geromel. O "pequeno gigante" gringo não se acanhou para botar o Tricolor na roda mais de uma vez.

O segundo milagre de Marcelo Grohe

REUTERS/Edison Vara

Não acabou em Guayaquil, contra o Barcelona-EQU. Tal qual foi na semifinal, o goleiro do Grêmio fez outro milagre em finalização à queima-roupa, mergulhando para salvar uma cabeçada forte de Braghieri após cobrança de escanteio. A intervenção espetacular do camisa 1 salvou o Tricolor ainda no primeiro tempo.

Grêmio perde Kannemann para a decisão

AFP PHOTO / ITAMAR AGUIAR

Um dos jogadores pendurados do Grêmio, o zagueiro argentino Kannemann será desfalque na partida de volta na Argentina. O jogador recebeu cartão amarelo após uma confusão na área com García, que também foi advertido pelo árbitro. A tendência é que Bressan seja titular ao lado de Geromel no jogo decisivo.

Renato reclama de pênalti e pede árbitro de vídeo

REUTERS/Diego Vara

No último ataque gremista do primeiro tempo, Ramiro caiu na área em disputa com a defesa do Lanús. Os jogadores tricolores pediram pênalti, mas o árbitro Julio Bascuñán mandou seguir. O técnico Renato Gaúcho se irritou e, no intervalo, foi até o juiz chileno fazer uma rápida reclamação sobre o lance. Ele pediu para que Bascuñán usasse o recurso do vídeo, disponível para os jogos da Libertadores.

Grêmio mexe cedo

Acostumado a fazer suas primeiras alterações na marca dos 20 ou 25 minutos do segundo tempo, desta vez Renato Gaúcho introduziu Éverton na partida mais cedo. O atacante entrou no lugar de Fernandinho, que fez jogo bastante apagado, aos 11. Mas o Grêmio seguiu sem conseguir furar as organizadas linhas de marcação do Lanús, apostando em muitos cruzamentos para tentar levar perigo ao gol de Andrada. Pouco depois, Cícero e Jael entraram para fortalecer a jogada aérea, nos lugares de Jailson e Barrios. Deu certo.

Sinalizadores em campo

A bonita festa dos gremistas não foi só alegria. Três sinalizadores foram parar dentro do gramado e acabaram flagrados pela arbitragem. Os dois últimos chegaram a retardar um pouco o apito inicial. No final do segundo tempo, mais sinalizadores atrapalharam o andamento da partida, e o auxiliar de Renato chegou a pedir para a torcida parar de atirar os objetos no gramado.

FICHA TÉCNICA

Grêmio 1 x 0 Lanús

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 22/11/2017
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Julio Bascuñán (Chile)

Gol: Cícero, aos 37 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Kannemann, Jailson e Cícero (Grêmio); Acosta, García, Velázquez e Braghieri (Lanús)

Grêmio: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur e Jailson (Cícero); Ramiro, Luan e Fernandinho (Éverton); Barrios (Jael). Técnico: Renato Gaúcho

Lanús: Andrada; Gómez, García, Braghieri e Velázquez (Aguirre); Marcone, Martínez e Pasquini; Alejandro Silva, Sand e Acosta. Técnico: Jorge Almirón

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos