Renato Gaúcho reclama pênalti e pede uso de árbitro de vídeo na final

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • REUTERS/Diego Vara

    Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, na final da Copa Libertadores, contra o Lanús

    Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, na final da Copa Libertadores, contra o Lanús

Um lance tirou o técnico Renato Gaúcho do sério no final do primeiro tempo da decisão da Libertadores entre Grêmio e Lanús, nesta quarta-feira (22). Ramiro caiu dentro da área e o treinador queria pênalti. No intervalo ele foi até o árbitro e pediu o uso de vídeo. 

Renato reclamou bastante, depois dos jogadores cercarem o árbitro Julio Bascuñan, ao fim do primeiro tempo. Pelas imagens da transmissão do jogo foi possível perceber que Portaluppi disse: "use o vídeo, veja o vídeo", ao juiz, que fez sinal negativo com a cabeça e sinalizou com as mãos para o treinador ir aos vestiários. 

O lance ocorreu nos minutos finais do jogo. Ramiro recebeu após tabela e entraria cara a cara com o goleiro Andrada. Um carrinho do defensor do Lanús impediu o chute e acabou com o ataque gremista. Renato, já no reservado, reclamou muito e gesticulou fortemente. 

O árbitro de vídeo está presente na final da Libertadores. Porém, durante o primeiro tempo não foi acionado uma vez sequer.

Grêmio e Lanús deixaram o gramado da Arena após os 45 minutos iniciais com 0 a 0 no placar. Os times alternaram comando de jogo no duelo de ida da decisão da competição mais importante da América. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos