Renato Gaúcho reclama pênalti e pede uso de árbitro de vídeo na final

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • REUTERS/Diego Vara

    Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, na final da Copa Libertadores, contra o Lanús

    Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, na final da Copa Libertadores, contra o Lanús

Um lance tirou o técnico Renato Gaúcho do sério no final do primeiro tempo da decisão da Libertadores entre Grêmio e Lanús, nesta quarta-feira (22). Ramiro caiu dentro da área e o treinador queria pênalti. No intervalo ele foi até o árbitro e pediu o uso de vídeo. 

Renato reclamou bastante, depois dos jogadores cercarem o árbitro Julio Bascuñan, ao fim do primeiro tempo. Pelas imagens da transmissão do jogo foi possível perceber que Portaluppi disse: "use o vídeo, veja o vídeo", ao juiz, que fez sinal negativo com a cabeça e sinalizou com as mãos para o treinador ir aos vestiários. 

O lance ocorreu nos minutos finais do jogo. Ramiro recebeu após tabela e entraria cara a cara com o goleiro Andrada. Um carrinho do defensor do Lanús impediu o chute e acabou com o ataque gremista. Renato, já no reservado, reclamou muito e gesticulou fortemente. 

O árbitro de vídeo está presente na final da Libertadores. Porém, durante o primeiro tempo não foi acionado uma vez sequer.

Grêmio e Lanús deixaram o gramado da Arena após os 45 minutos iniciais com 0 a 0 no placar. Os times alternaram comando de jogo no duelo de ida da decisão da competição mais importante da América. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos