Gremistas põem 'publico de jogo' na Arena para ver final da Libertadores

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Marinho Saldanha/UOL

    Torcida do Grêmio enche o campo da Arena para jogo de volta da Libertadores

    Torcida do Grêmio enche o campo da Arena para jogo de volta da Libertadores

A segunda partida da final da Libertadores ocorre em Buenos Aires. Muitos quilômetros separam a Arena do Grêmio do estádio La Fortaleza, do Lanús. Mas nesta quarta-feira, um desavisado acharia que a partida de volta da decisão ocorre em Porto Alegre. A casa azul, branca e preta teve 'público de jogo' para acompanhar a partida. 

Todos os ingressos foram vendidos e a expectativa chega a 35 mil. Faltando perto de meia hora para o começo da partida, mais de 20 mil já estavam nas cadeiras e no gramado (coberto por placas de fibra para não prejudicar a condição do piso) do estádio. 

Desde o começo da tarde, acompanharam apresentações musicais, fizeram festa e cantaram muito, dando também clima de jogo ao local. 

A Fan Fest Soy Louco por Tri foi organizada pelo clube e administração do estádio e colocou à disposição dos torcedores um telão de 220 m² para acompanhar o jogo. 

Em caso de título, a comemoração se estenderá pela madrugada até a chegada da delegação, prevista para as primeiras horas da manhã de quinta-feira. 

O Grêmio venceu o jogo de ida da final por 1 a 0. Portanto, joga por qualquer vitória ou empate no duelo de volta, a partir das 21h45 (de Brasília) em Buenos Aires.Derrota por um gol de diferença leva a decisão para prorrogação, persistindo placar, pênaltis. Em caso de vitória do Lanús por dois ou mais de vantagem, os argentinos serão campeões. 

Respeito à Chapecoense

Antes do início do jogo, a Arena silenciou. Em respeito ao um ano da tragédia ocorrida com o voo da Chapecoense, aplausos ecoaram depois do minuto de silêncio. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos