Taça, para quê? Gremistas dão volta olímpica em festa após tri da América

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Marinho Saldanha/UOL

    Festa da torcida em Porto Alegre tem volta Olímpica e vibração sem troféu

    Festa da torcida em Porto Alegre tem volta Olímpica e vibração sem troféu

É praxe nas comemorações de título. O capitão ergue a taça, os jogadores fazem a festa e dão a volta no campo. A volta olímpica. Mas com o tricampeonato da Libertadores fora de casa, os gremistas não tiveram este prazer frente à torcida nesta quarta-feira (29). Mas não importa. Na Arena, os gremistas fizeram o que os atletas fariam. 

Mesmo sem a taça, os torcedores que assistiram a final em um telão no estádio gremista, após toda celebração do jogo vencido por 2 a 1 no estádio La Fortaleza, improvisaram um corredor e deram a volta no gramado. Já tinha pouca gente nas cadeiras, muitos tinham ido para casa, mas a vibração foi imensa. 

O movimento tomou conta. O que começou com apenas um grupo, acabou com praticamente todos que ainda estavam no gramado antes da 1h, já madrugada de quinta. Um comboio erguendo os braços para o nada como se tivessem em mãos a maior conquista do continente no futebol. 

A cada entrevista pós jogo no telão, a cada jogador que aparecia vibrando, gritos e comemoração. Todos aplaudidos, até mesmo os do Lanús ao receberem as medalhas pelo segundo lugar. 

Mas não demorou muito a vibração. A maioria deixou o estádio rapidamente porque terá pouco tempo para descansar. A chegada da delegação ocorre no aeroporto Salgado Filho, às 6h. Haverá recepção, carreata pela cidade e às 10h todos de volta à Arena para mais uma série de comemorações. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos