Sheik marca em Itaquera, e Corinthians vence a 1ª na Libertadores 2018

Do UOL, em São Paulo

  • Paulo Whittaker/Reuters

    Emerson Sheik abriu o placar para o Corinthians diante do Deportivo Lara, em Itaquera

    Emerson Sheik abriu o placar para o Corinthians diante do Deportivo Lara, em Itaquera

O Corinthians flertou com o sofrimento no primeiro jogo como mandante na Libertadores, mas conseguiu a vitória por 2 a 0 sobre os venezuelanos do Deportivo Lara. O primeiro triunfo alvinegro na edição 2018 da competição acabou marcado por um gol de Emerson Sheik, que abriu o placar no segundo tempo. Pernía, contra, deu números finais ao duelo.

A segunda partida do Corinthians na competição continental caminhava para o empate sem gols diante de um time que só se defendeu. A equipe brasileira, com dificuldades, só marcou o primeiro gol aos 20 minutos da etapa final, em jogada iniciada e finalizada por Sheik.

Com a vitória, o Corinthians chega a quatro pontos no Grupo 7 da Libertadores. O Deportivo Lara soma três pontos, contra um do Millonarios-COL e nenhum do Independiente-ARG. Os argentinos recebem os colombianos em Avellaneda nesta quinta-feira às 21h30 (horário de Brasília).

O time corintiano volta a jogar pela Libertadores no dia 18 de abril, na Argentina, contra o Independiente. O Deportivo Lara, por sua vez, recebe o Millonarios, da Colômbia, na Venezuela. O duelo será dia 17 de abril. Pelo Campeonato Paulista, o time alvinegro enfrenta o Bragantino no próximo domingo, no Pacaembu, na partida de ida das quartas de final. 

O melhor: Emerson Sheik

Paulo Whitaker/Reuters

Mais uma vez decisivo numa Libertadores mesmo aos 39 anos. Embora não tenha tido muitas participações no primeiro tempo, o atacante começou a jogada do gol corintiano, serviu Romero e finalizou como um centroavante na área venezuelana.

O pior: Maycon

Com a incumbência de armar o jogo no meio-campo por causa do forte esquema de marcação montado pelo Deportivo Lara, o volante acabou prejudicado e não conseguiu ajudar na construção das jogadas. Foi substituído por Mateus Vital no segundo tempo.

Lentidão atrapalha o Corinthians

Paulo Whitaker/Reuters

Atuando com Emerson Sheik na vaga do meia Jadson, o Corinthians apresentou muita lentidão na construção das jogadas. Na maior parte do tempo, os volantes Gabriel e Maycon ficaram com a responsabilidade de armar o jogo. O cenário facilitou o trabalho de marcação do Deportivo Lara, que se viu em perigo apenas nas bolas paradas e nas finalizações de longa distância.

Show de passes errados 

Diante de uma defesa bem armada e que dava poucos espaços, o Corinthians mostrou dificuldades em entrar na área tabelando. Em alguns lances, a equipe alvinegra forçou o passe e acabou cometendo muitos erros. Romero, pela direita, errou duas vezes, assim como Rodriguinho, pelo meio.

Primeira chance

Acionado diversas vezes logo nos primeiros minutos do jogo, o atacante Clayson foi o responsável pela primeira finalização certa do time alvinegro somente aos 20. No lance, o atleta carregou a bola da esquerda para o meio, abriu espaço e chutou forte no canto. O goleiro Salazar, bem colocado, conseguiu espalmar a bola.

Pênalti em Balbuena?

Paulo Whitaker/Reuters

Aos 27 minutos da primeira etapa, os jogadores corintianos pediram pênalti em uma jogada de bola parada. Depois de Fagner alçar a bola na área, o zagueiro Balbuena acabou puxado pelo adversário e não conseguiu chegar na bola para concluir de cabeça. O árbitro Raul Orosco mandou o jogo seguir. 

Tentativas corintianas

Pouco atacado pelo time venezuelano, o Corinthians manteve a estratégia de concluir de fora da área. Isso aconteceu com Rodriguinho e Gabriel, que quase venceu o goleiro adversário nos acréscimos do primeiro tempo. No lance, Salazar fez a defesa com dificuldade no centro da meta.

Mesma formação, mesmos problemas

Apesar de o Corinthians apresentar muitas dificuldades no primeiro tempo, o técnico Fábio Carille não promoveu nenhuma mudança na equipe no intervalo. No começo da etapa complementar, o time voltou a abusar da lentidão e recorreu aos chutes de longe para tentar abrir o placar em Itaquera.

Carille muda

http://publicador.intranet/media.jsp?contentUri=/br/com/uol/gera-modulos/foto/2018/carille-1521085997758.xml

Aos 16 minutos do segundo tempo, Carille decidiu fazer a primeira alteração no Corinthians. E a mudança foi ofensiva: o volante Maycon deu lugar ao meia Mateus Vital. Com isso, o time passou a ter mais qualidade na transição meio-campo-ataque.

Sheik faz de cabeça

Quatro minutos depois da mudança, o Corinthians abriu o placar após uma jogada construída pelo lado direito, pouco utilizado até então. Sheik abriu para Romero, que cruzou na medida para o camisa 7 cabecear e vencer o goleiro Salazar. Após o gol, o veterano atacante ficou caído no chão e foi substituído em seguida por Júnior Dutra.

Gol contra mata o jogo

Andre Penner/AP

Após a abertura do placar, o Corinthians manteve a postura ofensiva e logo conseguiu fazer 2 a 0. Depois um lançamento de Balbuena e um toque esperto de Clayson, Rodriguinho recebeu pela esquerda e cruzou. A bola desviou em Pernía, enganou o goleiro e entrou.

Forte chuva em Itaquera

Antes do início da partida, uma forte chuva caiu no bairro de Itaquera. O gramado da Arena Corinthians, apesar disso, apresentou boas condições. Os torcedores alvinegros, por sua vez, tiveram dificuldades para entrar no estádio. Nos primeiros minutos da partida, havia muitos espaços nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 x 0 DEPORTIVO LARA

Data: 14 de março de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Copa Libertadores (fase de grupos)
Público: 31.524 pagantes (total: 31.767)
Renda: R$ 2.095.062,95
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Raul Orosco (BOL)
Assistentes: Edwar Saavedra e Reluy  Vallejo (ambos da BOL)
Cartões amarelos: Júnior Dutra (Corinthians); Pernía e Andreutti (Deportivo Lara)

Gols: Emerson Sheik, aos 20, e Pernía (contra), aos 31 minutos do segundo tempo.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho, Emerson Sheik (Júnior Dutra) e Clayson (Pedrinho). Técnico: Fábio Carille

DEPORTIVO LARA: Salazar; Aponte, Mendoza, Pernía e Chaurant; Sierra, Andreutti, Reyes (Cardozo), Pedro Ramírez e Soto (Valderrey); Hernández (González). Técnico: Leo González

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos