Adversário do Corinthians tem história conturbada e ex-dono preso pela PF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Luis Salazar/AFP Photo

    Na estreia, o Deportivo Lara conseguiu desbancar o multicampeão Independiente

    Na estreia, o Deportivo Lara conseguiu desbancar o multicampeão Independiente

Uma história de apenas oito anos, marcada por muitos momentos conturbados, será colocada à prova na noite desta quarta-feira, em Itaquera, 21h45, durante o duelo entre Corinthians e Deportivo Lara, da Venezuela.

O segundo rival do time alvinegro na Libertadores, mesmo com pouco tempo de vida, já viveu uma ascensão meteórica, crises financeiras e até a prisão de seu ex-proprietário em setembro passado, em uma operação da Polícia Federal.

A equipe, que disputa a Libertadores pela segunda vez, é o maior time do Estado de Lara, no norte venezuelano, e passou por uma espécie de refundação em julho de 2009. Foi um novo capítulo da história do Guaros, fundado três anos antes, que, imerso em uma crise econômica, faliu.

É aí que surge a figura polêmica de Arid Jiobanny Garcia Vargas, dono da Tracto América, empresa do ramo agrícola responsável por salvar o clube. O empresário acabou preso por lavagem de dinheiro em setembro passado, em Madri, em uma operação deflagrada pela PF em São Paulo e no Rio Grande do Sul.

Segundo a polícia brasileira, a Tracto América comprava máquinas no Brasil e as vendia com preços superfaturados a uma estatal do ramo de petróleo da Venezuela. Além disso, a empresa de Arid foi investigada pela polícia local por contrabando e crimes cambiais.

Título, nova crise e a Libertadores

Com aporte financeiro da Tracto América e a participação de antigos dirigentes do Guaros, o Deportivo Lara acabou fundado no dia 2 de julho de 2009. E logo conseguiu ser campeão nacional no Torneio Apertura de 2011.

A campanha deu à equipe uma vaga inédita na Libertadores 2013. De forma surpreendente, o Deportivo Lara conseguiu vencer o Newell's Old Boys em casa por 2 a 1 e arrancar um empate por 2 a 2 diante do Olimpia, em solo paraguaio.

A crise, no entanto, bateu à porta novamente. Investigada, a Tracto América diminuiu os investimentos ao clube. Sem o apoio, o Deportivo Lara teve de conviver com salários atrasados e acabou salvo pelo poder público. Em seguida, o clube foi vendido a um grupo de investidores, que conseguiram recolocar o time na rota da Libertadores.

O retorno à competição continental ocorreu após o Deportivo Lara ser vice-campeão nacional, atrás apenas do Monagas. Considerado o mais fraco do grupo do Corinthians, o time venezuelano voltou a surpreender ao derrotar o Independiente, sete vezes campeão da Libertadores. O jogo disputado no estádio Metropolitano de Lara terminou 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x DEPORTIVO LARA

Data: 14 de março de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Copa Libertadores (fase de grupos)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Raul Orosco (BOL)
Assistentes: Edwar Saavedra e Reluy Vallejo (ambos da BOL)

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho, Emerson Sheik e Clayson. Técnico: Fábio Carille

DEPORTIVO LARA: Salazar, Matute, David Mendoza, Pernía e Chaurant; Sierra, Andreutti, Marín e Pedro Ramírez; Soto e Falcón. Técnico: Leo González

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos