Roger não se preocupa com recuperação para final e indica Moisés titular

Danilo Lavieri e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    O técnico Roger Machado gesticula durante o jogo entre Palmeiras e Alianza Lima

    O técnico Roger Machado gesticula durante o jogo entre Palmeiras e Alianza Lima

Roger Machado finalmente poderá pensar somente no Corinthians. O técnico do Palmeiras mostrou satisfação com o desempenho de sua equipe na vitória por 2 a 0 contra o Alianza Lima na noite da última terça-feira (3), pela 2ª rodada da Libertadores, e disse que não se preocupa com a recuperação dos seus atletas para a final de domingo. Clique aqui e veja os gols da vitória do Palmeiras.

Embora possa contar com Jailson, que teve a sua pena reduzida em julgamento no TJD, o treinador não terá Felipe Melo, que foi expulso na ida após se envolver na confusão generalizada. Ele indicou que Moisés será seu titular.

"O Moisés correu uma barbaridade, estava em todos os lugares do campo, era onipresente. Isso valoriza e nos dá a convicção e a certeza de que a pré-temporada estendida para ele nos dá o Moisés na plenitude. Ele sai na frente para substituir o Felipe. Tenho outras opções, mas ele sai na frente. É o primeiro jogo que faz do início ao fim. Se comportou bem, me dá sustentação defensiva, sem perder o jogo ofensivo", analisou.

Para o jogo desta terça, Roger diz que não poupou nenhum atleta e só deixou de fora os que não teriam condições físicas de atuar. Marcos Rocha, Victor Luís e Bruno Henrique não foram nem relacionados. Willian ficou no banco.

Por confiar no tempo de recuperação até domingo, o técnico disse que não se preocupa com a recuperação e que vê sua equipe com boa chance de chegar ao clássico com 100% das suas condições físicas.

"Não me preocupa porque o tempo de recuperação dá para encher os tubos de novo. A densidade destes jogos com menos de 100 horas para ter o estoque das reservas de energias reestabelecidas. E aí você vai entrando cada vez com menos energia e tem chance de lesão. As ausências foram problemas específicos, porque não preservamos ninguém. Continuamos focando no descanso para que todos estejam bem no fim de semana", ponderou.

"A importância desse jogo era alta por dois motivos: a gente só conseguiria confirmar os três pontos que conquistamos fora de casa (contra o Júnior Barranquilla) se a gente confirmasse aqui. Foi o que salientei para os atletas na reunião pré-jogo. Além disso, o jogo te dá confiança para o fim de semana, sem dúvida disso", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos