Roger e Felipe Melo admitem Palmeiras abalado por dérbi e exaltam empate

Do UOL, em São Paulo

  • MIGUEL SCHINCARIOL/AFP

    Carlos Tévez e Felipe Melo dividem no alto durante Palmeiras x Boca Juniors

    Carlos Tévez e Felipe Melo dividem no alto durante Palmeiras x Boca Juniors

Embora tenham evitado falar sobre o dérbi, os palmeirenses admitiram que o time entrou em campo contra o Boca Juniors na última quarta-feira (11) ainda abalado pelo revés na final do Paulistão.

Clique aqui e veja os gols da partida

A situação ficou ainda pior, na visão deles, porque o adversário é um dos melhores times da competição e que o jogo valeria muito para a sequência do time

"Fica um gosto amargo por ter tomado o gol no final depois de muito trabalhar. Mas o jogo era difícil, não só pelo adversário, mas por ter vindo da frustração de ter perdido um jogo importante. E era um jogo que precisava se recuperar emocionalmente. Diante disso, me sinto muito orgulhoso pelo o que vi. Mostrou que estava pronto para jogar um jogo desse pouco tempo depois de um insucesso", analisou o Roger.

Felipe Melo seguiu linha parecida e citou a dor pela derrota na final da competição contra o Corinthians. Ele evitou comentar a polêmica que se iniciou nos tribunais, mas disse que o time precisava superar o trauma de domingo.

"Vamos tirar a parte positiva do jogo, não é fácil vir de uma derrota em uma final de campeonato e jogar apenas contra o Boca Juniors, um time muito cascudo, muito bom. Se formos parar para pensar e perguntar para qualquer palmeirense, se firmaria acabar o primeiro turno na liderança com sete pontos? Acho que todos firmariam. O resultado é amargo, mas seguimos líderes na competição", completou.

Depois, com a insistência das perguntas sobre o momento do time, Felipe Melo desabafou contra a imprensa e voltou a exaltar o time e a importância do jogo.

"Às vezes eu não entendo a imprensa. É difícil uma torcida comparecer em massa depois da frustração de perder uma final. Temos que exaltar o Palmeiras de ter terminado em primeiro lugar em um dos grupos mais difíceis. Calma gente, estamos em primeiro. O Palmeiras colocou 30 e poucas mil pessoas no estádio, não é para qualquer um", finalizou.

Felipe usa dérbi para se defender de cartão

Pouco depois dos 10 minutos do 1º tempo, Felipe Melo já estava amarelado. O volante tocou na bola primeiro, mas deixou a perna levantada e atingiu Ábila em um lance que já estava paralisado pelo árbitro. Na coletiva, ele usou a polêmica do pênalti de Ralf em Dudu para justificar.

"Vocês acham que foi falta? Vi no jogo passado, um tumulto grande de que pegou na bola antes. Então acabou a história. Peguei na bola antes, não posso arrancar minha perna fora, futebol é contato. Acho que o cartão é injusto. O Ábila é forte fisicamente, gostei dele, briga todas as bolas, como todo atacante uruguaio, argentino. Não entendi o cartão, até porque a falta foi para o Palmeiras".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos