Treino diferente, com direito a Pilates, ajudou Jael a deslanchar no Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio FBPA

    Centroavante ganhou reforço muscular com treinos na academia e melhorou rendimento

    Centroavante ganhou reforço muscular com treinos na academia e melhorou rendimento

Jael deu a volta por cima. Vice-artilheiro do Grêmio em 2018, o centroavante saiu de uma séria lesão e quase um ano sem marcar para ser uma espécie de xodó dos gremistas. A remontada dele tem insistência de Renato Gaúcho, carinho da torcida que antes era crítica e treinos especiais com pitadas de Pilates e treinamento funcional. A boa fase do camisa 9 será colocada em ação nesta terça-feira (17), diante do Cerro Porteño-PAR, pela Libertadores.

É bom lembrar. Em 2017, Jael chegou em meio À corrida do Grêmio por um centroavante. A contratação foi contestada pelos torcedores e somente na reta final da Libertadores, após cirurgia no joelho, ele ganhou a massa. Ainda assim, muito mais pelo empenho.

Neste ano, contudo, o empenho é complemento. Jael deu assistência de ombro e de calcanhar, se tornou importante peça para dar profundidade ao ataque do Grêmio e chegou a obrigar o Inter a mudar sua maneira de jogar na série de três clássicos do Gauchão. Os quatro gols, que podem não significar muito na comparação com outros atacantes, são um mero dado estatístico dentro do todo maior.

Insistência de Renato

Rodrigo Rodrigues/Grêmio/Divulgação

No fim do ano passado, Renato Portaluppi preparou Jael para ser reserva imediato de Lucas Barrios. Deu certo. Ainda nos Emirados Árabes, onde o Grêmio disputou o Mundial de Clubes, o treinador avisou ao centroavante que queria a permanência dele. A renovação foi arrastada, mas aconteceu. O jogador chegou a receber sondagens do futebol asiático, mas ficou.

Insistir dentro de campo foi o segundo passo. Renato deu sequência para Jael como titular, até pela falta de outro centroavante de ofício e as atuações ruins de Cícero na função. E pediu para que o ex-jogador de Sport, Flamengo e Joinville tentasse sem parar. Mesmo com um, dois, três erros... A ordem era para seguir arriscando sem perder a confiança.

Treinos para estabilizar

Lucas Uebel/Grêmio

Quem olha já sabe. Jael tem biotipo que favorece o jogo mais físico e foi isso que o Grêmio procurou nele. Neste ano, ao contrário da temporada passada, o centroavante encarou uma cartilha especial de trabalhos. Os treinamentos foram montados para valorizar a força dele.

"O Jael é um virtuoso fisicamente. O que fizemos foi trabalhar para estimular essa característica do jogador. Um trabalho de estabilização", conta Rogério Dias, preparador físico do Grêmio.

A estabilidade maior de Jael foi adquirida com reforço do chamado core - área próxima ao umbigo, que está no centro gravitacional do corpo humano. Com ativações na academia, o indivíduo pode fortalecer uma cadeia muscular que está no tronco, mas também reflete na coluna e a reboque atinge os demais membros. Os exercícios usados para trabalhar essa parte do corpo são oriundos do Pilates e do treinamento funcional. Práticas que dão resistência muscular e ajudam no equilíbrio.

O reforço nos 29 pares de músculos que constituem essa região explicam como Jael se tornou uma 'parede' no plano de jogo do Grêmio. Em vários jogos, o centroavante foi usado para ganhar a chamada primeira bola, em disputa aérea com adversários. No Gre-Nal, por exemplo, o desempenho dele contra Klaus e Victor Cuesta impressionou. Com a vitória física no duelo, o centroavante garante metros de avanço para o time. E permite a construção da jogada, a partir da chamada segunda bola, desde uma faixa mais ofensiva.

Torcida comprou a ideia

Lucas Uebel/Grêmio

A história de Jael no Grêmio começou a mudar em 22 de novembro de 2017. No primeiro jogo da final da Libertadores, contra o Lanús-ARG, ele não marcou gol. Participou do lance em que Cícero garantiu vitória, mas ganhou a torcida ao discutir com jogadores argentinos. A postura criou empatia entre público e centroavante a ponto de, semanas depois, haver pedido coletivo para que ele fosse titular na final do Mundial de Clubes, contra o Real Madrid.

Em 2018, depois da renovação, Jael foi abraçado pelos gremistas. Os gols no Gauchão ajudaram a embalar o ambiente. A grande atuação no Gre-Nal que terminou 3 a 0 foram a cereja no bolo, com direito a cobrança de falta e assistência.

"Vocês estão criando um monstro… Vai por mim", brincou Renato depois de ouvir elogios a Jael. "Sei que o Renato me zoou. Se sou monstro, sou monstro do bem", retrucou o atacante.

Reserva na estreia do Brasileirão, que marcou o primeiro jogo de André pelo Grêmio, Jael volta ao time na terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. Pela fase que vive, pelos treinos. Também pela ausência do concorrente, que não está inscrito, mas para comprovar que a volta por cima está dada. E que o monstro está só começando.

FICHA TÉCNICA
CERRO PORTEÑO-PAR X GRÊMIO

Data e hora: 17/04/2018 (terça-feira), às 21h30 (Brasília)
Local: estádio Nueva Olla, em Assunção (PAR)
Transmissão na TV: Fox Sports
Árbitro: German Delfino (ARG)
Auxiliares: Diego Bonfa (ARG) e Gabriel Chade (ARG)

CERRO PORTEÑO-PAR: Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Juan Escobar e Arzamendia; Jorge Rojas, Palau, Rodrigo Rojas e Willian Candía; Novick e Diego Churín
Técnico: Luis Zubeldía

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel (Paulo Miranda), Kannemann e Cortez; Arthur, Maicon, Ramiro, Cícero e Everton; Jael
Técnico: Renato Portaluppi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos