Gabigol quebra jejum, Santos vence Estudiantes e "dispara" na Libertadores

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Gabigol abriu o marcador na Vila Belmiro em vitória contra o Estudiantes

    Gabigol abriu o marcador na Vila Belmiro em vitória contra o Estudiantes

O atacante Gabriel Barbosa quebrou jejum de oito jogos sem marcar gols. Gabigol foi o responsável por abrir o marcador na vitória do Santos contra o Estudiantes por 2 a 0 nesta terça-feira, na Vila Belmiro, em jogo válido pela quarta rodada da Copa Libertadores da América. Ele marcou no fim do primeiro tempo, enquanto o zagueiro Lucas Veríssimo, de cabeça, fechou o placar no início do segundo tempo. Veja os gols da partida.

Com a vitória, o Santos disparou na liderança do Grupo 6 da competição continental. O clube paulista agora soma nove pontos e é seguido por Estudiantes e Real Garcilaso, com quatro pontos, e Nacional, do Uruguai, com três. Vale lembrar que peruanos e uruguaios se enfrentam nesta quarta-feira.

O Santos não sufocou o Estudiantes na partida, porém não sofreu pressão em nenhum momento do jogo. Diferente do que acontece na maioria dos jogos, o goleiro Vanderlei não precisou fazer nenhuma grande defesa no confronto.

Após vencer o Estudiantes, o Santos volta a campo agora no próximo dia 1º, quando encara o Nacional, do Uruguai, às 21h30 (de Brasília), no Parque Central, no Uruguai. Pelo Campeonato Brasileiro, o alvinegro praiano só volta a campo no dia 6 de maio, diante do Grêmio, às 19 (de Brasília), na Arena Grêmio. Isso porque o duelo contra o Vasco, que ocorreria neste final de semana foi remarcado para depois da Copa do Mundo.

O melhor em campo: Copete voltou!

Após sete jogos sumido das escalações do Santos, Copete retornou ao time. O colombiano só jogou pois Eduardo Sasha se lesionou e não atuou, Bruno Henrique está lesionado e suspenso na Libertadores, e Arthur Gomes não está 100%. Ele sofreu entorse no joelho e ficou como opção no banco de reservas. O colombiano correspondeu: acertou chute na trave e foi responsável pela assistência do gol de Gabigol.

O piores em campo: Jean Mota e Cittadini erram muito

Nelson Antoine/AP

Apesar da vitória santista, Jair Ventura ainda sonha com reforços no meio-campo. Jean Mota errou muitos passes novamente e não é o "camisa 10" que a torcida espera. Léo Cittadini "sumiu" no jogo desde o início. Correu um pouco no início do segundo tempo, mas não fez nada praticamente na partida.

Antes de colocar fim ao jejum, Gabigol preocupou...

Antes de quebrar o jejum de oito jogos sem marcar, Gabigol preocupou os torcedores na Vila. Foram duas oportunidades desperdiçadas. A primeira ocorreu aos 16 minutos, em chute cruzado da entrada da área. A segunda, por sorte, o árbitro marcou impedimento. Sozinho, na pequena área, ele chutou por cima. Resumindo: apesar do gol, o camisa 10 não fez um grande jogo mais uma vez.

Tomou conta da lateral

Dodô fez mais uma vez uma excelente partida com a camisa do Santos. O atleta, que pertence a Sampdoria, da Itália, e está emprestado até o fim do ano, tomou conta da lateral-esquerda. Além de bons cruzamentos no apoio ao ataque, ele também se mostra firme na defesa.

Otero tenta, mas não é do Galo!

O Otero, do Estudiantes, até lembrou o Otero, do Atlético-MG, em alguns lances na Vila Belmiro. Isso porque o atacante arriscou bastante de fora da área, tanto com a bola rolando, como em cobranças de falta. Mas sem a pontaria do venezuelano que joga no Galo. A melhor finalização foi aos onze minutos de jogo, mas Vanderlei espalmou.

Papai, gostou! Jairzinho acompanha jogo na Vila

Marcello Zambrana/AGIF

O ex-atacante Jairzinho, campeão mundial na Copa de 1970, compareceu a Vila Belmiro pela primeira vez desde que seu filho, Jair Ventura, assumiu o Santos no início do ano. Ele ficou em camarote térreo da Vila, ao lado do banco de reservas. Em entrevista exclusiva ao UOL Esporte, Jair disse que fez um pacto com o pai de não falar sobre futebol.

FICHA TÉCNICA
Santos 2 x 0 Estudiantes

Data: 24 de abril de 2018, terça-feira
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Eber Aquino (PAR)
Assistentes: Dario Gaona e Rodney Aquino (ambos do Paraguai)
Público total: 10969
Renda: R$ 409.460,00

Gols: Gabigol aos 43 do primeiro tempo e Lucas Veríssimo aos cinco minutos do segundo tempo (Santos)

Cartões amarelos: Alison (Santos); Campi, Branã, Escobar e Dubarbier (Estudiantes)

Cartão vermelho: Escobar

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo e Dodô; Alison, Léo Cittadini (Renato) e Jean Mota; Rodrygo, Copete (Arthur Gomes) e Gabriel Barbosa. Técnico: Jair Ventura

Estudiantes: Andújar, Sánchez, Desábato, Schunki e Campi; Branã, Gómez (Giménez), Rodríguez (Escobar), e Dubardier (Lattanzio); Melano e Otero. Técnico: Lucas Bernardi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos