Palmeiras reserva passeia, elimina Alianza Lima e garante 1º lugar do grupo

Do UOL, em São Paulo

  • Ernesto Arias/EFE

    Palmeiras venceu o Alianza Lima sem dificuldades no Peru

    Palmeiras venceu o Alianza Lima sem dificuldades no Peru

O técnico Roger Machado surpreendeu ao escalar nada menos que nove reservas contra o Alianza Lima, nesta quinta-feira (3), pela quinta rodada da Libertadores. Mas a decisão se mostrou acertada graças a uma vitória tranquila do Palmeiras, que fez 3 a 1 fora de casa, sem forçar o ritmo, e se garantiu na primeira colocação do grupo 8. Willian, Hyoran e Borja anotaram os gols, em resultado que eliminou o time peruano.  Assista aos gols da partida.

Líder com 13 pontos e dono da melhor campanha da Libertadores, o Palmeiras pega o Junior de Barranquilla na última rodada, no dia 16 de maio, no Allianz Parque. Ao mesmo tempo, o Boca Juniors recebe o lanterna Alianza em La Bombonera. Junior, com sete pontos, e Boca, com seis, lutam pela segunda vaga da chave.

Os únicos titulares que começaram jogando foram Jailson e Borja, mas o time quase todo reserva dominou com facilidade o Alianza Lima, especialmente no primeiro tempo. Em crise e com apenas um ponto conquistado, a equipe da casa ainda conseguiu descontar com Cruzado, de pênalti.

O melhor: Moisés

Martin Mejia/AP

O meia palmeirense agarrou bem a chance dada por Roger e foi coroado com duas assistências. Atuando à frente de Thiago Santos e Tchê Tchê, o camisa 10 ajudou na marcação e se destacou no apoio ao ataque. Movimentando-se pelo campo todo, fazendo ultrapassagens e distribuindo bons passes, lembrou o jogador que foi eleito um dos destaques do Campeonato Brasileiro de 2016.

O pior: Velarde

Responsável por tentar levar o Alianza Lima ao ataque, o camisa 10 teve atuação sofrível pelo lado direito e foi anulado por Victor Luís. Foi sacado pelo técnico Pablo Bengoechea no segundo tempo.

Palmeiras reserva domina o rival

Guadalupe Pardo/REUTERS

Mesmo com um time repleto de reservas, o Palmeiras foi extremamente superior desde o apito inicial. O Alianza Lima deixou muito espaço na marcação, e Hyoran, Moisés e Willian fizeram a festa às costas dos volantes peruanos. Nos primeiros 20 minutos, o time brasileiro bombardeou os donos da casa até abrir o placar com Willian, que recebeu de Moisés e bateu firme cruzado.

Surpresa, Hyoran corresponde com gol e bola na trave

Ernesto Arias/EFE

Talvez o nome mais surpreendente na escalação do Palmeiras, o meia Hyoran foi outro destaque do jogo. Ele, que já havia entrado na vitória sobe o Boca Juniors, atuou aberto na ponta e participou bastante tanto da marcação quanto do ataque. Fez um belo gol ao receber passe de letra de Moisés e quase anotou um mais bonito ainda, ao limpar a marcação e carimbar o travessão com um chute forte.

Borja quebra jejum de um mês

Ernesto Benavides/AFP

O último gol de Borja havia sido há exatamente um mês, em 3 de abril, contra o mesmo Alianza Lima, em vitória por 2 a 0 do Palmeiras no Allianz Parque. O jejum se encerrou no segundo tempo após boa jogada de Mayke pela direita, que invadiu a área e só rolou para o colombiano estufar as redes. O lance salvou o que vinha sendo até então mais um jogo ruim do centroavante, com gols perdidos, erros de passe e falhas no domínio de bola.

Defesa alternativa é pouco testada, mas concede pênalti

Totalmente modificada, a defesa palmeirense pouco foi ameaçada pelo Alianza Lima. O time peruano teve muita dificuldade para manter a posse de bola e praticamente não exigiu nada de Jailson e da linha formada por Mayke, Luan, Thiago Martins e Victor Luís. Em uma das únicas chegadas perigosas, porém, Thiago Martins levou uma bola nas costas e cometeu pênalti duvidoso em Hohberg. Cruzado converteu a cobrança e diminuiu.

FICHA TÉCNICA

Alianza Lima 1 x 3 Palmeiras

Local: Estádio Alejandro Villanueva, em Lima (Peru)
Data: 03/05/2018
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Gery Vargas (Bolívia)
Assistentes: José Antelo e Edwar Saavedra (Bolívia)

Gols: Willian, aos 19, e Hyoran, aos 31 minutos do 1º tempo; Borja, aos 21, e Cruzado, aos 25 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Garro, Velarde, Duclós e Quevedo (Alianza Lima); Luan (Palmeiras)

Alianza Lima: Campos; Garro, Araujo, Ascues e Duclós; Fuentes; Velarde (Pósito), Cruzado, Vilchez (Lemos) e Quevedo; Hohberg. Técnico: Pablo Bengoechea

Palmeiras: Jailson; Mayke, Luan (Emerson Santos), Thiago Martins e Victor Luís; Thiago Santos e Tchê Tchê; Willian, Moisés e Hyoran (Diogo Barbosa); Borja (Deyverson). Técnico: Roger Machado

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos